13 maio 2022 - 10h42

Fim de semana tem Fidé, pintura corporal, dança e garotos nus

Roteiro do que fazer em Curitiba traz 13 opções culturais com temas como Villa-Lobos, Zé do Caixão e a Sociedade 13 de Maio

A seguir, confira uma seleção feita pelo Plural de eventos que valem a pena, programados para os próximos dias. A lista dá uma ideia do que fazer em Curitiba no campo das artes e da cultura.

1. Dançando Villa

Espetáculo de dança gratuito.

A Curitiba Cia de Dança, em parceria com a AADC (Amigos e Apoiadores da Dança em Curitiba), lança uma nova versão do Projeto Cirandas com o espetáculo “Dançando Villa”, inspirado na vida e na obra do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. As apresentações acontecem no Sesc da Esquina, com entrada gratuita, nos dias 12, 13 e 14 de maio, às 20h30.

Mais informações nas redes sociais da companhia.

2. “Teatro pra quem não gosta”

Peça teatral com Marcelo Médici e Ricardo Rathsam.

O premiado espetáculo “Teatro pra quem não gosta”, com Marcelo Médici e Ricardo Rathsam chega a Curitiba no Teatro Guairinha para temporada entre os dias 20 e 22 de maio. Na comédia, partindo da questão “o teatro está morto?”, a dupla de atores desdobra-se em 32 personagens para traçar um panorama da arte, desde a Antiguidade até os dias atuais, passando pela adaptação de clássicos como “Édipo Rei” e “Romeu e Julieta”, pelo teatro de revista e pela stand-up comedy.

Os ingressos custam R$ 100 e podem ser adquiridos aqui. Classificação indicativa 14 anos.

3. Fidé 

O Festival Internacional do Documentário Estudantil.

De 11 a 15 de maio, na Cinemateca, acontece o Festival Internacional do Documentário Estudantil (Fidé), com produções nacionais e estrangeiras. São apresentados 39 documentários originários de oito países. Dentre os filmes brasileiros, estão alguns produzidos em Curitiba.

A programação completa você pode conferir aqui.

4. “A praga”

Um filme “perdido” do Zé do Caixão.

Na noite de sexta-feira (13) e madrugada de sábado (14), o Cine Passeio exibe, pela primeira vez no Brasil, o filme “perdido” do Zé do Caixão. A obra de José Mojica Marins (1936–2020), o Zé do Caixão, foi encontrada num saco de lixo no apartamento do diretor. Os ingressos estão à venda pela web e na bilheteria do Cine Passeio.

Sexta-feira (13), às 23h; e sábado (14), às 0h30.

5. “One Night of Tina”

Um musical em homenagem à Tina Turner.

O musical “One Night of Tina”, que conta a história de Tina Turner, hoje com 82 anos, chega ao palco do Teatro Guaíra, em apresentação única. A produção passeia pelos maiores sucessos da cantora ao longo de quatro décadas de carreira.

A apresentação foi adiada para quarta-feira (18), por conta de um problema na aeronave que traria a intérprete de Tina Turner, a cantora e atriz britânica Sharon Ballard, ao Brasil. 

Quarta-feira (18), às 21 horas, no Teatro Guaíra. Os ingressos estão à venda no DiskIngressos e custam a partir de R$ 180.

6. “Insólitos”

Exposição no Museu de Arte Contemporânea (MAC-PR).

A exposição de arte contemporânea “Insólitos” reúne obras que abordam o incomum, na visão de cinco artistas convidados: Washington Silveira, Mano Penalva, Daniel Acosta, Maya Weishof e Tony Camargo. Além de outros artistas importantes do acervo do MAC-PR. A mostra marca o início do Clube de Colecionadores do MAC-PR e a primeira ação da Associação de Amigos do MAC (AAMAC).

Até o dia 31 de julho no MAC, temporariamente instalado nas salas 8 e 9 do Museu Oscar Niemeyer (MON). Mais informações no site do museu.

Insólitos: Tony Camargo.

7. Jenipapo, pintura corporal e grafismos Mebêngôkre-Kayapó

Oficina de pintura corporal.

No sábado (14) e no domingo (15), um grupo indígena da etnia Mebêngôkre-Kayapó promove, no Museu Paranaense (MUPA), a oficina “Jenipapo, pintura corporal e grafismos Mebêngôkre-Kayapó”. No evento, as mulheres pintarão com a pigmentação do jenipapo e do carvão vegetal partes do corpo dos visitantes interessados em conhecer mais sua cultura tradicional.

No sábado, a partir das 14h, acontece, ainda, uma breve apresentação do antropólogo Daniel Tibério Luz sobre os trabalhos desenvolvidos com os Mebêngôkre-Kayapó. A oficina é gratuita e a pintura individual acontece por ordem de chegada.

Outras informações, no site do museu

(Foto: Simone Giovine)

8. “Uma noite no MON

Evento para crianças.

A nova edição do tradicional programa do Museu Oscar Niemeyer, “Uma Noite no MON”, acontece no fim do mês. Ela é voltada para o público infantil de 8 a 11 anos, é inspirada na exposição “África, expressões artísticas de um continente”, em cartaz na Sala 4.

Estão incluídas na programação: contação de história, oficinas, brincadeiras e uma visita mediada à exposição, entre outras atividades. Os ingressos devem ser adquiridos na bilheteria do museu custam R$ 100 por criança, que deverá estar acompanhada por um adulto responsável.

Dia 21 de maio, das 18h às 22h30. Outras informações, aqui.

Foto: André Nacli.

9. Campo das Artes

Exposição, roda de conversa e oficinas.

O Campo das Artes, espaço cultural criado pelo ator Luís Melo em São Luiz do Purunã, a 80 km de Curitiba, recebe a segunda edição do projeto Infinitos Campos Gerais. No próximo sábado (14), haverá exposição, rodas de conversas e oficinas gratuitas para a comunidade.

Participam Margit Leisner, artista e diretora da Galeria Farol; e Henrique Simão Pontes, geógrafo e doutor em Geologia Ambiental. O evento é gratuito, mas é preciso fazer a inscrição pelo email [email protected].

Outras informações, nas redes sociais do Campo das Artes.

10. “Águas Selvagens”

Estreia no cinema de filme rodado no Paraná.

“Águas Selvagens” está em cartaz nos cinemas. A coprodução entre Brasil e Argentina conta a história de Lúcio Gualtieri (Roberto Birindelli), ex-policial portenho que aceita um trabalho como investigador para solucionar um crime na fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. Enquanto lida com problemas pessoais, ele descobre uma organização criminosa e se envolve em uma trama de assassinatos, prostituição e tráfico de pessoas. 

Em cartaz no Cine Passeio, todos os dias, às 19h30.

11. Sociedade 13 de maio

Comemoração de aniversário.

A Sociedade 13 de maio, idealizada por negros libertos, convida a todos para a comemoração de seu aniversário de 134 anos. Na sexta-feira (13), a partir das 17h, haverá missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, seguida por roda de capoeira. Às 22h, a Sociedade recebe em sua sede o grupo Samba Coroado.

No sábado (14), às 9h, acontece a Oficina Capoeira e de Percussão, seguida de Feijoada, som eletrônico com DJ, feirinha artesanal, roda de samba, bebidas e comidas típicas. À noite, o baile fica por conta de Tião Carvalho e os Encantados.

No domingo (15), às 14h, a Wes Ventura Power Band estará nas Ruínas São Francisco. O encerramento das comemorações com o tradicional forró com a banda Areia Branca, na sede da Sociedade 13 de maio.

Os ingressos para a programação noturna podem ser adquiridos aqui.

12. “Naked Boys Singing!”

Um musical ícone da cultura gay.

O espetáculo “Naked Boys Singing!” tem apresentação única no Teatro Ebanx Regina Vogue neste fim de semana. Com músicas pujantes, tocadas ao vivo por um ator/pianista e defendido com energia e vitalidade por dez atores/cantores/bailarinos, o espetáculo é dividido em 15 atos musicados, que abordam temas distintos relacionados ao corpo masculino, do cômico nonsense ao drama.

Neste sábado (14), às 20h. Os ingressos custa R$ 115 e R$ 57,50 (meia), e podem ser adquiridos aqui. Classificação indicativa 16 anos.

13. Sobre o bairro Rebouças  

Um lançamento de livro.

A Biblioteca Pública do Paraná abre espaço para o lançamento do livro “Um olhar sobre o Patrimônio Industrial do Rebouças”. A obra fala trata de mais de uma década de levantamentos e análises da arquiteta, professora e pesquisadora Iaskara S. Florenzano. Os estudos abordam o bairro do Rebouças que, sem salvaguarda, está sujeito ao desaparecimento e à perda definitiva de seus traços.

Na terça-feira (17), às 17h.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

Últimas Notícias

Bolsonaro não concluiu 84% das obras da transposição do Rio São Francisco, como alega vídeo

É enganosa a afirmação de que Jair Bolsonaro (PL) entregou 84% das obras da Transposição do rio São Francisco. Apesar do presidente ter retomado 222 km que haviam sido retirados do projeto original por administração anterior, a execução da obra atravessou outras três gestões federais que, juntas, entregaram mais de 90% da infraestrutura do empreendimento, considerando a extensão inicial – de 477 km

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds