Na estrada com a banda Klezmorim | Plural
Fide 2019
7 out 2019 - 22h20

Na estrada com a banda Klezmorim

Grupo comemora dez anos com turnê pela região metropolitana de Curitiba e pelo interior do Paraná

Percussão, guitarra, piano, trompete, acordeão, contrabaixo acústico: são alguns dos instrumentos que compõem a sonoridade do grupo Klezmorim ao longo dos dez anos da banda. O repertório é festivo, uma vez que o grupo resgata o Klezmer – um gênero musical judaico, originário dos guetos do Leste Europeu, executado por músicos itinerantes. Apesar da referência, a música não é religiosa, mas sim de celebração.

Na versão da banda curitibana, o tradicional Klezmer, com melodias inspiradas em sonoridades diversas (do cigano, passando pelo árabe, espanhol e até mesmo grego e turco) ganha contornos mais ocidentais com instrumentos modernos. O espírito criativo dá à Klezmorim uma identidade única, e cheia de nuances. Fundada em 2009, a formação instrumental da banda já foi diversa, inclusive em número de integrantes. Hoje, são seis os músicos que sobem aos palcos: os fundadores Hudson Muller, Julio Coelho, Lucio Lowen e Rodrigo Henrique, juntamente com Giorgio Bonfanti e Mateus Azevedo.

Após uma década de música, com composições clássicas do estilo e músicas autorais, o grupo cai na estrada celebrando o gênero Klezmer em dez cidades paranaenses. Com entrada gratuita, a turnê passará (entre outubro e dezembro) por Araucária, Fazenda Rio Grande, Pato Branco, Francisco Beltrão, Campo Largo, Campo Mourão, Arapongas, Castro, Paranaguá e Piraquara. Os shows comemorativos contam, ainda, com a participação especial da cantora Karla Izidro – apresentando canções em iídishe (uma língua secreta judaica, criada da mistura de hebraico com dialetos alemães medievais e eslavismos), e em romani (língua cigana).

Para quem quiser ver a banda por Curitiba antes da turnê, a próxima apresentação do o grupo acontece no Parque Barigui no dia 2 de novembro, às 12h em frente ao Expo Renault. Eles serão a atração central do intervalo de um evento, mas o show será aberto a todo o público. Para mais atualizações, vale ficar de olho na página da banda no Facebook.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias