Espetáculo mistura canto erudito e contação de histórias | Plural
2 dez 2019 - 23h57

Espetáculo mistura canto erudito e contação de histórias

Peça “Tempo do Sentir” encerra temporada com apresentação gratuita nesta quarta-feira (4), no Teatro da Reitoria

Com repertório do período do renascimento e do barroco, “Tempo do Sentir” é um espetáculo de canto erudito, permeado por intervenções cênicas. A proposta é mostrar que a música erudita pode ser acessível. Como as músicas apresentadas são cantadas em vários idiomas, a encenação auxilia na compreensão do sentido das canções.

Itinerante, ao longo de suas dez apresentações, a obra contou com sessões dentro de instituições beneficentes. O público alvo foi composto por pessoas em situação de vulnerabilidade, sem acesso ao teatro. As músicas são apresentadas a capella, ou seja, sem o acompanhamento de instrumentos, apenas com voz dos cantores.

Inspirados pelo cordel, uma literatura popular feita em versos, o grupo procurou se aproximar da plateia: “A distância entre música erudita e as pessoas é menor do que pensávamos. Espero que essa iniciativa seja exemplo para orquestras e coros em todo o país”, salienta o diretor artístico e regente, Felipe Biesek.

Além da questão do acesso à cultura, o espetáculo foi uma oportunidade para que os cantores tivessem, também, uma experiência profissional. “Alguns, apesar da ótima formação, participam de uma temporada como profissionais pela primeira vez”, diz a produtora e cantora, Sarah Drechsel.

Agora, finalizando a temporada, “Tempo do Sentir” se encerra com uma sessão aberta e gratuita no Teatro da Reitoria nesta quarta-feira (4), às 19h30. Entre os temas abordados pela trupe, as músicas refletem valores definidos pelo grupo como “próprios da vida em comunidade”, entre eles: confiança, amor, amizade e, mesmo, a morte.

Serviço
Apresentação “Tempo do Sentir”
Quando: 04 de dezembro (quarta-feira), às 19h30
Onde: Teatro da Reitoria da UFPR, na rua XV de Novembro, 1299 (Centro)
Entrada franca

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias