Do craque do futebol a autores do passado: mais dicas de livro de presente | Jornal Plural
18 dez 2020 - 11h15

Do craque do futebol a autores do passado: mais dicas de livro de presente

Editor curitibano Teo Souto Maior dá dicas de presente para este Natal

Plural está fazendo uma campanha para que você dê livros de Natal. Hoje publicamos dicas do Téo Souto Maior, um dos responsáveis pela Banquinho Publicações e pela Estúdio Invertido. Leia as dicas anteriores aqui:

Livros nacionais
Autoras mulheres
Dicas de editoras locais
Indicações de Cristovão Tezza
Balaio de dicas
Autores de Curitiba
Livros da UFPR

TÉO SOUTO MAIOR, editor

Sicupira – Vida e gols de um craque chamado Barcímio
Sandro Moser
Banquinho Publicações, R$ 60,00

A história do jogador de futebol e comentarista esportivo Barcímio Sicupira, ídolo do Athletico e talvez o maior jogador de futebol do estado, é contada de forma instigante na pena do jornalista Sandro Moser. O início no Ferroviário, a ida para o Botafogo de Garrincha, a rápida e marcante temporada no Corinthians de Rivellino e a sua avassaladora trajetória no Athletico, onde tornou-se o maior goleador da história do clube.

Segundo o autor do livro, a obra não interessa somente aos torcedores do Furacão. “A passagem pelo Athletico durou oito anos e foi o momento mais importante da sua carreira e esta proporção está mantida no texto e nas fotos da publicação. Mas o livro busca recriar desde a infância à vida dentro e fora do campo e de alguma forma mostrar as transformações que a cidade, o país e o futebol passaram nas últimas sete décadas.”

Coleção Tuberculose
Estúdio Invertido, R$ 45,00

A Estúdio Invertido está lançando livros de autores clássicos que morreram de tuberculose, o “mal do século” de 100 anos atrás. No site da editora você encontra Iracema, de José de Alencar; A Metamorfose, de Franz Kafka; e Espumas Flutuantes, de Castro Alves. Edição artesanal, encadernada manualmente, com capa dura revestida em tecido impresso em serigrafia.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias