Como ver os filmes do Oscar 2020 | Jornal Plural
12 fev 2020 - 23h01

Como ver os filmes do Oscar 2020

Lista com os premiados na cerimônia traz dicas de cinema, streaming e internet

A seguir, confira como e onde ver os premiados na cerimônia do Oscar 2020.

“Parasita”
O filme sul-coreano foi o grande destaque da noite. Com seis indicações, o longa faturou os principais prêmios – roteiro original, filme internacional, direção e filme. A vitória da obra de Bong Joon-Ho é histórica, em especial, porque foi a primeira vez que um longa em outro idioma que não o inglês levou a estatueta na categoria mais importante da noite. Na capital paranaense, “Parasita” está em cartaz no Cine Passeio, Cinemark Mueller, Cinépolis Batel, UCI Palladium, UCI Shopping Estação e Cineplex Batel.

“Judy”
Quase irreconhecível, Renée Zellweger levou o Oscar de melhor atriz por seu papel em dramático longa. A obra retoma parte da jornada de Judy Garland, estrela do “Mágico de Oz”. Em Curitiba, a cinebiografia está em cartaz no Cine Passeio, Cinépolis Batel, Espaço Itaú de Cinema, UCI Palladium e no Cineplex Batel.

“Coringa”
Líder de indicações, com um total de 11, o filme que conta a origem do vilão dos quadrinhos da DC só levou dois prêmios: melhor ator, para Joaquin Phoenix, e melhor trilha sonora original, obra da irlandesa Hildur Guðnadóttir. “Coringa” estará em exibição no Cine Passeio.

“História de um casamento”
Depois de seis indicações ao Globo de Ouro, o drama de Noah Baumbach concorreu a seis categorias também no Oscar. Embora a produção retrate a separação de um casal, quem levou Oscar foi a atriz Laura Dern. Como coadjuvante, Dern interpreta a advogada de Nicole (Scarlett Johansson). Produção original da Netflix, o drama pode ser assistido na plataforma de streaming.

“Jojo Rabbit”
Fazendo comédia com Hitler, o filme dirigido por Taika Waititi recebeu seis indicações no Oscar 2020 e levou a estatueta de roteiro adaptado. A produção pode ser conferida nas salas do Cinemark Mueller, Cinépolis Batel, Espaço Itaú de Cinema, UCI Palladium e Shopping Estação.

“Adoráveis Mulheres”
Adaptação da obra que Louisa May Alcott publicou no século 19, o filme de Greta Gerwig foi indicado em seis categorias, vencendo a de melhor figurino. Disponível nas salas de cinema brasileiro desde o fim de janeiro, o filme pode ser assistido no Cine Passeio, Cinépolis Batel, Espaço Itaú de Cinema e Cineplex Batel.

“O Escândalo”
Com uma história que trata de denúncias de assédio e abuso sexual, o filme recebe indicações importante na premiação de 2020. Entre elas, melhor atriz e melhor atriz coadjuvante. O longa levou o prêmio de melhor cabelo e maquiagem, e pode ser visto no Cinépolis Batel, Espaço Itaú de Cinema e Cineplex Batel.

“1917”
Com uma indicação a menos que Coringa, o longa que se passa na Primeira Guerra Mundial foi o grande vencedor nas categorias técnicas. O drama levou as estatuetas de fotografia, mixagem de som e efeitos visuais.

Em Curitiba, “1917” está em exibição em diversas salas de cinema: Cine Passeio, Cinemark Barigui e Mueller, Cinépolis Batel e Jockey Plaza Curitiba, Cinesystem Shopping Curitiba, Espaço Itaú de Cinema, IMAX Shopping Palladium, UCI Palladium e Shopping Estação, e Cineplex Batel.

“Toy Story 4”
A quarta e última parte da aventura dos brinquedos mais queridinhos da Pixar levou a estatueta de melhor animação. O desenho está disponível no streaming da Amazon, o Prime Video.

“Hair Love”
Com direito a tuíte premonitivo sobre o resultado do Oscar (vide imagem abaixo), o curta-metragem de animação de Matthew A. Cherry levou o troféu da categoria. Para sorte do público, o desenho está disponível, de graça, no YouTube.

“American Factory”
Mais uma produção original da Netflix, o documentário vencedor do Oscar 2020 conta a história de como um bilionário chinês reabre uma fábrica de vidros automotivos em Ohio, nos Estados Unidos, e os conflitos causados por experiências de vida e de trabalho tão distintas como a americana e a chinesa. Disponível na plataforma de streaming.

“Learning to Skateboard in a Warzone (If You Are a Girl)”
Vencedor na categoria de documentário de curta-metragem, o filme foi dirigido por Carol Dysinger. O doc, no entanto, só está inteiramente disponível no site da emissora A&E. Para assistir é necessário ter algum provedor televisivo americano listado no site, além de fazer login.

“The Neighbors’ Window”
Marshall Curry já havia sido indicado ao Oscar quatro vezes. Dessa vez, “The Neighbors’ Window” arrematou o prêmio de melhor curta-metragem. A obra conta a história de Alli, uma mãe frustrada com o dia a dia que tem sua rotina transformada quando passa a acompanhar – por meio da janela do apartamento, a vida de vizinhos jovens, do outro lado da rua. Felizmente, o curta está disponível no YouTube (recomenda-se o uso de fones de ouvido ao assistir).

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias