4 dez 2021 - 21h38

Três filmes sobre relacionamentos para assistir no Festival Varilux de 2021

Enquanto Vivo, Mentes Extraordinárias e Um Conto de Amor e Desejo ficam em cartaz até 12 de dezembro

Até oito de dezembro, Curitiba e outras 48 cidades brasileiras recebem o Festival Varilux de Cinema Francês, que trouxe para o país 17 filmes em sua mostra principal. Destes, 16 estão em exibição na capital paranaense em salas do Cine Passeio, do Cineplex Batel e do Cinépolis Pátio Batel. O Cine Passeio estendeu a mostra até 12 de dezembro.

Esta é a 12ª edição do Festival Varilux e reúne gêneros e temáticas variadas em filmes que integraram a seleção de importantes festivais de cinema, como o Festival de Cannes e o Festival Internacional de Cinema de Toronto.

O Plural selecionou três três filmes sobre relacionamentos em cartaz no Festival Varilux para você conferir:

Enquanto Vivo

Em Enquanto Vivo, o professor de teatro Benjamin (Benoît Magimel) recebe o terrível diagnóstico de câncer terminal. Segundo o médico, sua expectativa de vida varia entre 6 meses e um ano. A questão não é se Benjamin vai morrer, mas quando ele vai morrer e como será sua qualidade de vida até lá.

O filme dirigido por Emmanuelle Bercot, que assina o roteiro ao lado de Marcia Romano, retrata o impacto que o câncer tem em pacientes, familiares e profissionais de saúde. A medida em que a doença avança, Benjamin passa a aceitar seu destino e olhar para seus arrependimentos passados e futuros. O que ele deixou e o que deixará de fazer. Mas sua mãe, Crystal (Catherine Deneuve), tem dificuldade para lidar com o diagnóstico do filho e com sua própria impotência diante do sofrimento de Benjamin.

O roteiro de Bercot e Romano divide a jornada de Benjamin de acordo com as estações de seu último ano, que emulam também as fases de seu luto. A revolta diante da vida perdida aos poucos se transforma em preocupação por aqueles que ficam. Enquanto vive, Benjamin tenta cuidar dos seus, mesmo quando este cuidado lhe provoca vergonha por decisões que ele não tem mais tempo para alterar. O professor que se tornou uma inspiração para seus alunos ao incentivá-los a viver intensamente, guarda arrependimentos que derivam de fazer escolhas seguras. A vida foi ficando para depois até que, de repente, não há mais vida.

Enquanto Vivo fez parte da Seleção Oficial do Festival de Cannes em 2021.

Serviço

Festival Varilux | Enquanto Vivo (2021)

Cine Passeio: 12.12, às 19h30

Cineplex Batel: 07.12, às 21h00

Cinépolis Pátio Batel: 05.12, às 16h00 | 08.12, às 16h00

Mentes Extraordinárias

No filme dirigido por Bernard Campan, que assina o roteiro ao lado de seu companheiro de cena Alexandre Jollien, o agente funerário Louis (Campan) se envolve em um acidente de carro com o entregador de verduras Igor (Jollien). Fascinado com a profissão de Louis, Igor visita seu local de trabalho e acaba acompanhando-o em uma viagem ao sul da França, para onde Louis translada o corpo de uma senhora para o velório.

Igor vive com deficiências físicas e mentais e busca uma vida independente, mas tem dificuldades para fazer amigos. Já Louis é reservado e tem um passado cheio de sofrimento. Os dois desenvolvem uma inusitada amizade durante a viagem, que permite a Igor a oportunidade de escapar do cuidado da mãe e ver um pouco do mundo além dos livros que lhe fazem companhia. Louis encontra em seu companheiro de viagem alguém com quem pode compartilhar seus sentimentos e suas tristezas.

O veículo desta aventura – um carro fúnebre – provoca nos protagonistas diversas reflexões sobre a vida e a morte, que frequentemente envolvem filósofos clássicos que Igor admira. Entre citações de Platão e Montaigne, os companheiros de viagem encontram o sentido de suas próprias vidas.

Embora não tenha um roteiro inovador e recorra a alguns tropos cinematográficos envolvendo pessoas com deficiência, Mentes Extraordinárias é bem-sucedido em sua despretensiosa proposta: uma comédia leve para aquecer o coração.

Serviço

Festival Varilux | Mentes Extraordinárias (2020)

Cine Passeio: 09.12, às 19h30

Cineplex Batel: 07.12, às 21h00

Cinépolis Pátio Batel: 04.12, às 21h30 | 08.12, às 14h00

Um Conto de Amor e Desejo

Selecionado para a Semana da Crítica de Cannes 2021 e vencedor do prêmio de melhor filme no Festival du film francophone d’Angoulême 2021, Um Conto de Amor e Desejo acompanha Ahmed (Sami Outalbali), francês de origem argelina, que acaba de começar seus estudos na conceituada Universidade Sorbonne. Nas aulas de literatura árabe, Ahmed conhece Farah (Zbeida Belhajamor), recém-chegada da Tunísia e ansiosa para conhecer Paris.

Um Conto de Amor e Desejo trata do amadurecimento de um jovem dividido entre as tradições de sua cultura e um mundo que oferece possibilidades com as quais ele ainda não sabe lidar. Ahmed pode fazer o que quiser em Paris, mas essa liberdade vem acompanhada pelo sentimento de desrespeito à sua comunidade.

O estudante também enfrenta uma crise de identidade quando, durante as aulas, depara-se com uma parte da literatura árabe que ele desconhecia. Isso o leva a questionar as escolhas de sua família em sua criação e suas próprias decisões com relação à universidade e ao futuro.

Com direção e o roteiro são de Leyla Bouzid, Um Conto de Amor e Desejo retrata as descobertas da juventude e os medos do início da vida, quando cada escolha é decisiva e cada amor é arrebatador.

Serviço

Festival Varilux | Um Conto de Amor e Desejo (2021)

Cineplex Batel: 07.12, às 14h30

Cinépolis Pátio Batel: 05.12, às 18h30 | 06.12, às 21h00

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias