6 dez 2021 - 18h41

Dois romances para assistir na última semana do Festival Varilux

Exibições da mostra de filmes franceses segue até o dia 15 de dezembro

A 12ª edição do Festival Varilux de Cinema Francês termina oficialmente nesta quarta-feira, oito de dezembro, mas ainda há tempo para assistir os filmes inéditos que a exposição trouxe para Curitiba. A boa notícia é que, mesmo se você perder a mostra oficial, o Cine Passeio segue com exibições até o dia 15 de dezembro.

O Plural separou dois romances com sessões nesta semana para você aproveitar a última semana do Festival:

Pequena Lição de Amor

Em Pequena Lição de Amor, Julie (Laetitia Dosch) encontra em um café as provas de matemática esquecidas pelo professor Mathieu (Pierre Deladonchamps). Em uma das atividades, está uma carta de amor endereçada ao professor com uma terrível ameaça: a aluna pretende tirar a própria vida ao amanhecer do dia seguinte. Decidida a evitar a tragédia, Julie vai até a escola em que Mathieu leciona e o convence a procurar a pupila apaixonada. Juntos, Julie e Mathieu rodam Paris inteira em busca de endereços errados, cachorros fujões e adolescentes festeiros.

No filme de Ève Deboise, que assina a direção e o roteiro, dois desconhecidos, problemáticos à suas maneiras, se unem para salvar uma jovem de sentimentos que ambos conhecem bem. Na jornada, Julie e Mathieu compartilham suas desventuras e esperanças, cuidam dos ferimentos físicos e emocionais um do outro e se sentem um pouco menos solitários na metrópole francesa.

Julie é um espírito livre que inventa histórias sobre a própria vida e Mathieu é um estressado docente desiludido, que desde sua primeira interação com Julie fica exasperado com as situações absurdas que ela atrai. O relacionamento dos dois evolui no curso de uma noite cheia de acontecimentos absurdos que resultam em uma adorável comédia romântica ambientada na Cidade Luz.

Serviço

Festival Varilux | Pequena Lição de Amor (2021)

Cine Passeio: 15.12, às 19h30

Cineplex Batel: 08.12, às 18h35

Cinépolis Pátio Batel: 07.12, às 21h15

Cena de Paris, 13º Distrito. Imagem: Divulgação

Paris, 13º Distrito

No bairro parisiense de Olympiades, a atendente de telemarketing Émilie (Lucie Zhang) busca um inquilino para ajudar nas despesas de seu amplo apartamento. Assim ela conhece Camille (Makita Samba), um professor universitário com quem inicia um relacionamento casual. Camille, porém, não tem interesse em compromissos e logo se interessa por Nora (Noémie Merlant), uma corretora de imóveis cuja carreira universitária foi arruinada ao ser confundida com a camgirl Amber Sweet (Jehnny Beth), com quem ela passa a conversar regularmente.

Dirigido por Jacques Audiard, que assina o roteiro ao lado de Nicolas Livecchi, Léa Mysius e Céline Sciamma, Paris, 13º Distrito é baseado na graphic novel Killing and Dying de Adrian Tomine. O longa-metragem acompanha um excerto das complicadas vidas dos personagens, com dramas que vão do bullying à desilusão com o trabalho. Émilie, Camille e Nora são personagens com problemas familiares, financeiros e amorosos, tentando sobreviver à voracidade do mundo que devora seus sonhos e esperanças.

Paris, 13º Distrito venceu o prêmio Cannes Soundtrack no Festival de Cannes 2021, além de ter sido indicado a prêmios no Festival Internacional de Cinema de Chicago, no Festival de Cinema de Hamburgo e no Festival de Seville. A fotografia em preto e branco, assinada por Paul Guilhaume, é um espetáculo à parte que torna Paris, 13º Distrito um sonho lúcido e uma visita obrigatória para os amantes do cinema francês.

Serviço

Festival Varilux | Paris, 13º Distrito (2021)

Cine Passeio: 10.12, às 19h30

Cineplex Batel: 08.12, às 20h35

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias