Cine Passeio terá filmes nacionais e experimentais, diz Marden Machado | Jornal Plural
Clube Kotter
28 mar 2019 - 6h27

Cine Passeio terá filmes nacionais e experimentais, diz Marden Machado

Os principais festivais de cinema realizados em Curitiba passarão pelo Cine Passeio

O cinéfilo Marden Machado é um dos responsáveis pela programação do recém-inaugurado Cine Passeio, um complexo de duas salas de rua criado pela Fundação Cultural de Curitiba. O prédio da Riachuelo homenageia salas de cinema centrais fechadas em anos anteriores: as duas salas se chamam Luz e Ritz.

Em entrevista ao Plural, Marden explica que cada uma das salas terá funções diferentes, mas que a ideia geral é dar espaço para títulos que têm pouco espaço no mercado, especialmente para a produção nacional.

Em que medida a programação será parecida com a dos antigos cinemas de rua da FCC?
O objetivo da programação é oferecer uma variedade de filmes de diferentes nacionalidades, com destaque para a produção nacional, inclusive promovendo, sempre que possível, sessões de lançamento com a presença do diretor, atores e atrizes, a exemplo do que acontece esta semana com Albatroz. Outra meta é exibir filmes que funcionem como formadores de plateia.

Vocês falaram que uma das salas terá programação mais “experimental”. O que isso significa na prática?
A sala Luz exibirá filmes mais experimentais, alternativos e pouco conhecidos, justamente para permitir o acesso a essas obras. Já na sala Ritz exibiremos filmes premiados em festivais, dirigidos por cineastas importantes e que não encontraram o espaço merecido no chamado “circuitão”.

E no lado “comercial” o que podemos esperar?
Filmes como Infiltrado na Klan, Se a Rua Beale Falasse, Cafarnaum, 1945, Guerra Fria e outros títulos similares, que demoraram a estrear nas salas mais comerciais e muitas vezes ficam pouquíssimo tempo em cartaz, encontrará espaço no Cine Passeio.

Existe previsão de festivais e de espaço para produção local?
Sim. Os principais festivais de cinema realizados em Curitiba passarão pelo Cine Passeio e, da mesma forma que primamos pela valorização do cinema nacional, isso inclui, com certeza, a produção local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias