Cantora Janine Mathias lança videoclipe a partir de uma caneca ilustrada | Jornal Plural
7 ago 2020 - 16h50

Cantora Janine Mathias lança videoclipe a partir de uma caneca ilustrada

Aplicativo permite que ilustração da caneca exiba clipe feito com fãs

“Bom dia pro mundo lá fora!” exclama, quase que literalmente, a caneca ilustrada da cantora Janine Mathias, vendida pela ÍFÉ Personalizados.

Embora pareça uma caneca comum, o item recebeu na ilustração de Nila Carneiro, um extra inesperado: uma espécie de QR Code que, quando lido, exibe o clipe da música “Bom dia”, do álbum “Dendê” (2018).

Ilustração esconde o código que exibe o clipe. Imagem: ÍFÉ Personalizados

Sem show e contratações musicais por causa da pandemia, Mathias encontrou o aplicativo usado na ação durante uma pesquisa, e teve a ideia de usar a tecnologia para lançar o clipe: “Liguei para o dono do aplicativo e consegui colocar o link específico da música. É um tipo de QR Code, mas não é um QR Code padrão”, diz.

O clipe exibido na caneca foi feito com a ajuda dos fãs, já que a ideia surgiu espontaneamente nas redes. Com frequência Mathias recebia stories, no Instagram, com pessoas publicando o refrão da canção. Na quarentena, a cantora apenas oficializou o pedido de envio dos vídeos curtos, que foram rearranjados para compor o clipe.

Quem adquire a caneca recebe um passo a passo sobre como acessar o conteúdo virtual. Por hora, o aplicativo necessário para a ação não está disponível para iOS, e só funciona em aparelhos com Android. Até 14 de agosto, o clipe coletivo se mantém com exclusividade na caneca – já que, na data, deve ser lançado no YouTube da cantora.

A ÍFÉ (“amor” em Yorubá, língua nativa de países como Nigéria e Togo) é um empreendimento da própria cantora, que personaliza canecas e camisetas serigrafadas.

O projeto atende marcas como a curitibana Puta Peita, artistas, bandas e causas que buscam visibilidade, como a doença celíaca. Além da compra pela página da própria ÍFÉ, a caneca também será disponibilizada pela caixa de assinatura “Clube da Preta”. “Tem tudo a ver com o que a gente acredita, que é o black money“, diz a cantora ao falar sobre o convite do projeto que divulga produtores negros.

A cantora segue com o trabalhado musical, apesar da quarentena, e se prepara para lançar nos próximos meses um novo disco. Um novo single foi disponibilizado hoje:

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias