Sérgio Albach mostra o que o clarone é capaz de fazer | Plural
14 out 2019 - 19h49

Sérgio Albach mostra o que o clarone é capaz de fazer

Série Solo Música desta terça-feira (15) contará com apresentação de clarone

Todos os meses, a Série Solo Música leva artistas brasileiras ao palco da Caixa Cultural. Dessa vez, a apresentação fica por conta do músico Sérgio Albach e seu clarone.

Também conhecido como clarinete baixo, o instrumento é mais comum em orquestras, mas é pouco conhecido do público. “Ele não é um instrumento popular. A maioria das pessoas que conhece um pouco de música acha que é um sax de madeira”, conta Albach ao rememorar que, em sua passagem pela Europa, o instrumento despertava a curiosidade dos ouvintes. “O clarone eu quis tocar mesmo, é um som que eu tive uma empatia maior”, narra o músico – que começou com o clarinete do avô, por um acaso.

Conhecido por seu trabalho com o clarone no choro, o músico curitibano apresentará composições contemporâneas, tendo o clarinete baixo como instrumento solista. “O clarone é um instrumento mais interessante para fazer solo do que a clarineta. Como ele tem as notas graves, tem um preenchimento maior”, comenta Albach.

O repertório teve sua estreia em 2016 e foi fruto de um ano e meio de trabalho a muitas mãos. A pesquisa também envolveu o contato direto com compositores das obras executadas, ou quem com conhecia a fundo esses trabalhos. A ideia dessa proximidade, para Albach, é tentar ser o mais fiel possível ao que o compositor quis expressar: “Às vezes a partitura não é o suficiente”, salienta.

Para o curador e produtor da Série Solo Música, Alvaro Collaço, a escolha de outubro se baseia nessa espécie de “ineditismo” da apresentação: “Sérgio Albach é um excelente músico e seu recital solo é um marco no país. E recital que está amadurecido e trabalho relevante em relação a um instrumento ainda pouco conhecido do grande público”, comenta.

O programa conta com obras do holandês Jos Kunst; do argentino Sergio Fidemraizer; do australiano Michel Smetanin e de compositores brasileiros como Ricardo Dourado Freire, Jocy de Oliveira, Carlos Stasi, Silvio Ferraz e Lea Freire.

Serviço
Série Solo Música – Sérgio Albach
Onde: CAIXA Cultural, na rua Conselheiro Laurindo, 280 (Centro)
Quando: 15 de outubro (terça-feira), às 20h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia)

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias