Top
Foz do IguaçuSNI

Na visita de Sarney à Foz do Iguaçu, em 1985, até o Bispo Dom Olívio foi monitorado pelo SNI

Compartilhe:

Os antigos sabem e os estudiosos tem conhecimento de que as visitas dos presidentes à região de fronteira suscita várias movimentações entre os órgãos de segurança. Quando o general Alfredo Stroessner mandava e desmandava no Paraguai, as visitas do tirano à cidade que então levava o seu nome e hoje é Ciudad Del Este, causava prisões e confinamentos tanto do lado de lá quanto do lado de cá. Paraguaios dissidentes eram enviados para lugares distantes da fronteira e os mais visados chegavam a ser presos.

E essas movimentações se repetiam durante as visitas dos presidentes militares do Brasil. Isso, desde a vinda do Marechal Castelo Branco, que veio inaugurar a Ponte da Amizade, construída por Juscelino Kubitschek e Jango. A vinda do Castelo, em 1985, coincidiu com o movimento dos insurretos, conhecido por Operação Três Passos. O golpe civil-militar completava um ano, a ditadura estava num processo de consolidação e quando um grupo de trabalhistas de esquerda, quase todos fazendo parte dos “grupos dos onze”, portanto brizolistas, saíram da cidade de Três Passos (RS) em direção à Mato Grosso. No caminho iam tomando cidades e fazendo pronunciamentos  contra a ditadura nas rádios locais. Foram interceptados por tropas do Exército em Capitão Leônidas Marques (PR) e levados presos para o 1º BFront e ali submetidos à torturas. Naqueles dias as paredes e o piso do corredor da parte térrea do Batalhão ficaram ensangüentadas.

A partir daí, a vinda dos presidentes à fronteira eram cercadas de várias ações de segurança e isso perdurou até o governo de José Sarney.

Os documentos em anexo informam de pixações na Casa de Força da Hidrelétrica de Itaipu, por ocasião da visita do General Figueiredo e o monitoramento que o SNI fez na visita do presidente Sarney, em 1985. Dessa não escapou nem o Bispo Dom Olívio Fazza.

DOCUMENTOS REVELADOS

Itaipu Binacional

28SET1984

I/A/GS/D 1  N006

INFO DO FUNCIONARIO LUIS R. FRANCO

AO JEFE DE LA GUARDIA DE SEGURIDAD

ASSUNTO: INSCRICIONES OFENSIVAS CONTRA  EL PRESIDENTE DEL BRASIL Y REIVINDICACIONES SOBRE SALARIO,ESCRITOS POR LA PARED EN LA PLATAFORMA 127 DE LA CASA DE FUERZA DE LA M.D.

 

 SERVIÇO NACIONAL DE INFORMAÇÕES – SNI

PEDIDO DE BUSCA 00111/100/ACT/SNI

27SET85

VISITA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICAÁ FOZ DO IGUAÇU NO DIA 09OUT85

DIFUSÃO SI/SR/DPF/PR-E2-5ª RM/DE-2ª SEÇ/PMPR-AESI/ITAIPU

 

 

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *