Top
DOPS DOS ESTADOSForças ArmadasRepressão

REPRESSÃO NO INTERIOR DO PARANA. PRISÕES DE LIDERANÇAS SINDICAIS, DE AGRICULTORES E DE MEMBROS DOS GRUPOS DOS ONZE

Compartilhe:

http://pt.scribd.com/doc/212959880/Maringa

 

O dossiê é composto por ofícios, certidões, relatórios de investigação, ficha datiloscópica, jornal, recorte de jornal, fotocópias de nota fiscal, atas e relatórios tratando dos seguintes assuntos: investigação realizadas em Nova Esperança, na fazenda Brasil, local aonde estavam pousando aviões com contrabando vindo do Paraguai. Ata da reunião da comissão de concorrência pública para aquisição de um imóvel para a instalação da câmara de Kaloré e também para compras de materiais, para contratação de serviço de mão-de-obra e para aquisição de uma motoniveladora. As certidões tomadas em juízo criminal dos envolvidos nas investigações em Querência do Norte apontam para a força usada pela polícia, jagunços e outras autoridade, nos conflitos de terras na região, onde camponeses tem de competir com os latifundiários. Relatório de investigação realizada na cidade de Querência do Norte, especialmente de indivíduos ligados ao sindicato rural, suspeitos de ideologia comunista, de fomentação e propaganda de reforma agrária, muitos acusados de participarem do Grupo dos Onze; há junto a este relatório um auto de busca e apreensão realizado na casa de Noé Brandoni, cita entre os documentos apreendidos, fotografia com Luís Carlos Prestes, propaganda política de Leonel Brizola, cópia de carta endereçada a Fidel Castro, telegrama de Henrique Lott, João Pinheiro Netto, recortes de jornais, telegramas enviados a Leonel Brizola, várias cartas datilografadas enviadas a várias autoridades, cópias de telegramas enviados ao presidente João Goulart, livros de Bukharin, de Paul Sweezy e Leo Huberman, de Jorge Amado, de Leonel Brizola, de Lênin, de José Ortega Y Gasset, de Marx e Engels, de Karl Mannhein, de Bento Mussolini, de Alberto Pasqualini, de Barbosa Lima Sobrinho, de Godin da Fonseca, de Francklin da Fonseca, além de vários jornais de cunho político, um mostruário de revistas soviéticas, da Time, Life, China, URSS, da encíclica Rerum Novarum. Na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Lavoura de Querência do Norte também foram feitas apreensões de documentos e jornais.

Há um relatório de investigação realizada na cidade de Maringá referente a questão da telefonia e extorsão, inacabado. Outro sobre a repreensão feita ao padre Ariovaldo Robles, por usar o púlpito durante as missas, para criticar o governo e as forças armadas. O padre deixou de rezar as missas.

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *