Top
ALNdominicanosDOPS DOS ESTADOSForças ArmadasMortos e DesaparecidosRepressãoTorturas

FREI TITO DE ALENCAR, PRISÃO, TORTURAS E OS TORMENTOS QUE O LEVARAM A MORTE

Compartilhe:

 

Frei Tito foi preso em 12 de outubro de 1968 no sítio onde teve início o XXX Congresso da UNE, na cidade de lbiúna (SP). Foi preso novamente em 4 de novembro de 1969, em companhia de outros dominicanos acusados de terem ligações com a Ação Libertadora Nacional (ALN).
Frei Tito foi inicialmente torturado pela equipe do delegado do DOPS Sérgio Fernando Paranhos Fleury e, depois, transferido para o Presídio Tiradentes. O torturador capitão Maurício Lopes Lima lhe disse ao chegar: “Agora você vai conhecer a sucursal do inferno”. E fizeram-no conhecer. Queimaram sua pele com brasa de cigarro, choques especialmente na boca “para receber a hóstia”, pau de arara, a terrível cadeira do dragão, e outras “delicadezas”…. Foi incluído na lista de presos políticos trocados pelo embaixador suíço Bucher, indo para a França, sendo recebido no convento Saint-Marie de La Tourette, em Eveux, dos frades dominicanos.
As dolorosas e constantes torturas acabaram com seu “psiquê”, pois vivia atormentado vendo nas sombras figuras de seus torturadores. No dia 10 de agosto de 1974, um morador dos arredores de Lyon encontrou o corpo de Frei Tito suspenso por uma corda pendurada em uma árvore. Foi enterrado no convento onde tive a emoção de rezar na cova onde ficou enterrado antes de seu corpo ser transladado para o Brasil. Frei Beto em seu livro “Batismo de Sangue” relata as dilacerantes torturas sofridas por Frei Tito.

João Bertoldo

Compartilhe:

Arquivos para download:

2 comments

  1. Olívia Maria Teixeira Gurjão 19 agosto, 2018 at 15:42 Responder

    Não podemos esquecer nossa história. Só a memória e a reparação serão capazes de impedir o retorno à barbárie. Nunca mais! Gratidão, Palmar, por não deixar a história de lutas, sofrimentos e conquistas do povo brasileiro permanecer nos porões.

    • Aluizio Palmar 7 janeiro, 2019 at 13:52 Responder

      Bom dia Olivia
      VAMOS MANTER O SITE DOCUMENTOS REVELADOS “NO AR”
      Eu comecei a editar o site Documentos Revelados em 2009, com o objetivo de popularizar o acesso aos documentos da ditadura e os documentos emitidos pelos movimentos de Resistência ao arbítrio.
      Para compor o acervo eu viajei pesquisando nos arquivos estaduais, arquivos da Polícia Federal e no Arquivo Nacional.
      Considero essa missão como uma tarefa, e sinto-me gratificado por ela.
      Porém, desde o ano passado tenho tido dificuldade para cobrir os custos de hospedagem e e da manutenção que é feita pelo webmaster Bruno França.
      Esses custos e mais o dos envios das newletters, eu tenho feito com os meus recursos de aposentado como servidor administrativo médio.
      https://www.kickante.com.br/campanhas/documentos-revelados

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *