Top
Forças Armadas

Documento do Exército com relação de brasileiros asilados na Argentina em 1976

Após o golpe militar que derrubou o governo da Unidade Popular, os brasileiros que estavam asilados no Chile se refugiaram nas embaixadas. A da Argentina recebeu um grande contingente. A Argentina estava sob governo peronista interino, em vésperas das eleições que levariam Perón à presidência.

Ao chegarem na Argentina, os brasileiros ficaram confinados em várias cidades à espera de que o governo argentino e o Alto Comissariado das Nações Unidas encontrassem um país  que se dispusesse a acolhê-lo.

A relação apresentada pelo documento  emitido pela segunda seção do segundo GPT FRONT, dá uma idéia da distribuição dos asilados em território argentino. As informações apresentadas pelo documento sugerem que as mesmas foram coletadas em ações conjuntas entre a diplomacia brasileira e os órgãos de inteligência do Brasil e Argentina. Algumas informações são falsas ou correspondem a erros de avaliação, como no caso de Aluízio Palmar, que no documento aparece a cidade de Rafael de Castilho, na Grande Buenos Aires, quando na verdade nessa época Palmar encontrava-se na região do Alto Uruguai, fronteira entre o Brasil e Argentina.

Provavelmente essa informação teve origem durante um seguimento à Palmar, que em dezembro de 1973, fez um contato com o ERP nessa cidade.

Título: Subversivos Brasileiros na República Argentina

PB 124-S2-76

Difusão: CIRC L-A,6BPM,POL FED, POL Rv ePOL CIVIL

REF PB NR 177 M29-E2 DE 12 MAI 76 DI III EX

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *