DOSSIÊ AÇÃO LIBERTADORA NACIONAL COM 108 ANEXOS

Compartilhe:

 

O dossiê apresenta ofícios confidenciais, recortes de jornal, encaminhamentos, informe, carta precatória, termo de declaração. Informa sobre pessoas com ligações à ALN – Açao Libertadora Nacional que consistia em um movimento de guerrilheiros urbanos e rurais. O dossiê traz 108 anexos entre recortes de jornais do Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, e ofícios tratando sobre o assunto. Destacamos as seguintes manchetes dos jornais: notícia a respeito de ligações entre freis dominicanos com Marighella; denúncia contra Harry Shibata, médico legista diretor do Instituto Médico Legal, que havia ocultado a identidade de Sonia Maria Lopes de Moraes, esposa de Edgar Stuart Angel, que foi enterrada como indigente no Cemitério de Perus; informação dada pelo Exército, dizendo não acreditar na existência da ALN, que segundo informante do governo em Israel, teria recebido auxílio bélico da OLP (Organização de Libertação da Palestina), informação esta também desacreditada pelo Exército; José Pedro da Silva, que havia sido preso sob suspeita de ser membro da ALN, volta a acusar o médico Jorge Cavendish de ser um dos torturadores de presos políticos (a matéria não deixa claro o local a que se refere); notícia sobre início de ação movida por Suzana Keniger Lisboa, para responsabilizar a União pelo desaparecimento e morte de seu marido Luis Eurico Tejera Lisboa; diversas notícias sobre julgamento de presos políticos; ex-membro da ALN revela às autoridades federais os métodos utilizados pelo grupo o qual fazia parte; parlamentares do MDB solicitam a presença do ministro da Justiça Armando Falcão, para esclarecer as denúncias sobre torturas e desaparecimento de presos políticos. Quanto aos ofícios, destacamos informações sobre conhecimento de “aparelhos”, cursos de guerrilha em Cuba e de assaltos realizados pelos membros da ALN, assim como relações nominais destes e pedidos de indiciação e busca. O dossiê contém, também, fotocópias de fotografias de suspeitos de integrar a ALN. Os jornais que constam no dossiê são Jornal do Brasil, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Correio de Notícias, Correio do Povo e Globo. No verso do documento informe 317/80 consta a relação das publicações das organizações consideradas subversivas, com 40 títulos. Constam fotocópias de fotografias de suspeitos de pertencerem a ALN e recortes de jornais.

http://www.scribd.com/doc/127616123/Dossie-Aln-1

Compartilhe:

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *