ATAS DAS REUNIÕES DO ALTO- COMANDO DO EXERCITO DURANTE A CRISE DE 1969. DITADOR COSTA E SILVA SOFRE ISQUEMIA E VICE E IMPEDIDO DE ASSUMIR

Compartilhe:

No final de agosto de 1969, o ditador de plantão general  Costa e Silva sofreu uma isquemia cerebral, emudeceu e ficou com um lado do corpo paralisado. Os ministros militares decidiram que não deviam empossar o vice-presidente, Pedro Aleixo, e impuseram-se ao país como a mais folclórica das instituições latino-americanas, uma junta.

Em doze dias o Alto-Comando do Exército reuniu-se quatro vezes para resolver o impasse que criara: o que fazer e a quem colocar na Presidência? Essa assembleia era composta por nove pessoas, entre as quais o ministro,  o chefe do Estado-Maior, os diretores de departamentos e os comandantes dos quatro Exércitos. No meio da crise incluiu-se o comandante militar da Amazônia.

As Atas das reuniões  foram reunidas pelo jornalista Elio Gaspari e estão no site Documentos da Ditadura

 

Compartilhe:

Aluizio Palmar

Os documentos dos arquivos da ditadura devem ser vistos com o olho crítico da dúvida, pois foram escritos por pessoas treinadas para mentir, contrainformar, caluniar, prender, torturar e matar.
Espero que Documentos Revelados contribua para a compressão dos acontecimentos das décadas passadas, dos métodos de controle usados pelo Estado Policial e estimule os visitantes a ter um compromisso ativo com a democracia.
Documentos Revelados é resultado de anos de garimpagem em arquivos públicos e particulares, de caixas e pastas, repletas de mandados de prisão, informes,radiogramas, ofícios, dossiês,relatórios e outros tipos de documentos produzidos pela burocracia policial.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *