Atentado e morte anunciados pela Operação Condor

Compartilhe:

O atentado será realizado no trajeto entre a Clínica e seu domicílio. Foram marcados os lugares possíveis e está tudo preparado para realizar a ação assim que ele voltar de férias no final de fevereiro. Enquanto isso vamos tentar localizá-lo em La Plata ou em Mar Del Plata. A operação será realizada por um grupo de 4 homens, com dois veículos e armas adequadas, cujo manejo eles estão praticando.”

E a emboscada planejada e executada pelas ditaduras da Argentina e Paraguai aconteceu. No dia 9 de fevereiro de 1977, o médico Agostín Goiburu foi seqüestrado ao sair do hospital onde trabalhava, na cidade de Paraná, Argentina.

Segundo Rogelio, um dos três filhos da vítima, o atentado ocorreu às 11h00. Dois veículos encostaram junto à calçada por onde seu pai caminhava e de um dos carros desceram vários sujeitos, que golpearam o doutor Goiburu e o introduziram em um automóvel Ford Falcon, tomando rumo desconhecido.

“Ele foi assassinado nos primeiros dias do mês de março de 19

77, em frente do ditador Alfredo Stroessner”, afirma o filho do desaparecido.

Compartilhe:

Aluizio Palmar

Os documentos dos arquivos da ditadura devem ser vistos com o olho crítico da dúvida, pois foram escritos por pessoas treinadas para mentir, contrainformar, caluniar, prender, torturar e matar.
Espero que Documentos Revelados contribua para a compressão dos acontecimentos das décadas passadas, dos métodos de controle usados pelo Estado Policial e estimule os visitantes a ter um compromisso ativo com a democracia.
Documentos Revelados é resultado de anos de garimpagem em arquivos públicos e particulares, de caixas e pastas, repletas de mandados de prisão, informes,radiogramas, ofícios, dossiês,relatórios e outros tipos de documentos produzidos pela burocracia policial.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *