Top
ArgentinaOperação Condor

Depoimento de torturas em documento liberado pelo Departamento de Estado dos EUA

Os documentos  secretos liberados com trinta anos de atraso o Departamento do Estado norte-americano demonstram outra vez que a versão mais fiel da história dos países  sul americano é escrita pelos empregados civis das embaixadas dos Estados Unidos.

São quatro caixas com quatro mil seiscentas e setenta e sete originais . De 1975 e a 1984 as forças  para-policiais e as Forças Armadas Argentina instaladas no poder seqüestraram, torturaram e assassinaram nos campos de concentração em operações coordenadas pela Operação Condor. Em 14 de maio de 1980, o Embaixada dos EUA em Buenos Aires emite para Washington um telegrama que reproduz os segredos de um membro da inteligência militar a um os segredos de um membro da inteligência militar a um empregado civil diplomático.

O texto abaixo é uma transcrição de um depoimento de uma presa política argentina, feita por um funcionário da Embaixada dos EUA em Buenos Aires, em  em 04 de outubro de 1976

de 1976

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *