1971, CARTA INÉDITA DE ZUZU ANGEL: “FUTURO MOSTRARÁ MEU FILHO COMO O TIRADENTES DA ÉPOCA DOS COMPUTADORES”

Compartilhe:

Terezinha, a destinatária da carta de Zuzu Angel , escrita em 17 de agosto de 1971, com meu irmão já morto, é a mulher de um general comandante da época.

Alceu Amoroso Lima, intelectual, pensador católico, que envia uma correspondência para Zuzu Angel.

Antonina Murat Vasconcellos, mãe da então militante perseguida, presa, torturada, hoje cineasta consagrada, Lucia Murat, dá seu depoimento sobre Zuzu, logo após seu “acidente” provocado. Um relato de bastidor.

Original, com a assinatura de Nelson Weneck Sodré, para o prefácio do livro “Eu, Zuzu Angel, procuro meu filho”

Carta entregue por Zuzu ao secretário de Estado americano Henry Kissinger (juntamente com um dossiê sobre a morte de Stuart)+, por ocasião de sua vinda ao Brasil, em fevereiro de 1976. Dois meses e duas semanas depois, Zuleika Angel Jones, a Zuzu Angel, foi assassinada pelas mesmas forças que executaram o seu tão amado filho.

Da Redacao com Hildergard Angel

 

 

Compartilhe:

Aluizio Palmar

Os documentos dos arquivos da ditadura devem ser vistos com o olho crítico da dúvida, pois foram escritos por pessoas treinadas para mentir, contrainformar, caluniar, prender, torturar e matar.
Espero que Documentos Revelados contribua para a compressão dos acontecimentos das décadas passadas, dos métodos de controle usados pelo Estado Policial e estimule os visitantes a ter um compromisso ativo com a democracia.
Documentos Revelados é resultado de anos de garimpagem em arquivos públicos e particulares, de caixas e pastas, repletas de mandados de prisão, informes,radiogramas, ofícios, dossiês,relatórios e outros tipos de documentos produzidos pela burocracia policial.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *