COMITIVA PARANAENSE FRETOU UM BOING PARA ASSISTIR A POSSE DO GENERAL SAMUEL AUGUSTO ALVES, O CARNICEIRO DA OPERAÇÃO MARUMBI

Compartilhe:

Durante o período da ditadura foi grande a babação  das autoridades  civis que ocupavam cargos relevantes na estrutura administrativa do País.

Um caso digno de nota foi a ida de Curitiba ‘a Porto Alegre de 109 pessoas ‘a posse do general Samuel Augusto Alves. A comitiva comandada pelo vice-Governador Otávio Cesário e pelo delegado do Trabalho no Paraná, general Adalberto Massa, composta foi composta por prefeitos, deputados e presidentes de Federações de Trabalhadores, viajou num Boing 737 especialmente fretado para as ocasião.

Antes de assumir o comando do III Exército o general Samuel Augusto Alves havia sido comandante da 5ª Região Militar. Durante seu  período  de comando foi desencadeada a mais feroz repressão nos estados do Paraná e Santa Catarina, no ano de 1975.

O movimento repressivo, quando foram presas 105 pessoas, ficou conhecido por Operação Marumbi, no Paraná, e Operação Barriga Verde, em Santa Catarina.

Compartilhe:

Aluizio Palmar

Os documentos dos arquivos da ditadura devem ser vistos com o olho crítico da dúvida, pois foram escritos por pessoas treinadas para mentir, contrainformar, caluniar, prender, torturar e matar.
Espero que Documentos Revelados contribua para a compressão dos acontecimentos das décadas passadas, dos métodos de controle usados pelo Estado Policial e estimule os visitantes a ter um compromisso ativo com a democracia.
Documentos Revelados é resultado de anos de garimpagem em arquivos públicos e particulares, de caixas e pastas, repletas de mandados de prisão, informes,radiogramas, ofícios, dossiês,relatórios e outros tipos de documentos produzidos pela burocracia policial.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *