Top
DepoimentosFundo Aluízio PalmarResistênciaVPR

ÚLTIMOS MOMENTOS DE ONOFRE PINTO EM BUENOS AIRES, REVELADOS POR PEDRO LOBO, FUNDADOR DA VANGUARDA POPULAR REVOLUCIONÁRIA

Compartilhe:

Em 2007, eu recebi do velho amigo e companheiro Pedro Lobo de Oliveira uma carta de sete laudas.

Na carta, Pedro Lobo, faz inúmeras revelações sobre as divergências internas entre o grupo fundador da VPR e conta como foram seus últimos momentos com seu compadre Onofre Pinto.

Em anexo , segue a carta em PDF e JPG

“Pedro Lobo de Oliveira acaba de fazer 80 anos e ainda permanece ignorado pela historiografia oficial. Diferente de muitos dos nossos heróis de feriado ou estátuas esquecidas em praças públicas, Pedro tem um histórico de luta pela causa do povo onde não faltam coragem, abnegação e cheiro de pólvora. Odiado pelos milicos por sua bravura e obstinação, Pedro foi um dos mais aguerridos combatentes na luta contra os militares que se aboletaram no poder no último dia de março de 1964. Entre suas ações estão expropriações de bancos, ataque a quartéis e a execução, a tiros, do capitão norte-americano Charles Rodney Chandler.

Preso no início de 1969 quando camuflava um caminhão com as cores do Exército para um ousado plano de ataque ao 4º Regimento de Infantaria, na cidade paulista de Osasco, o companheiro de Carlos Lamarca na Vanguarda Popular Revolucionária, e de Dilma Rousseff na VAR-P, será barbaramente torturado até ser banido do país na troca por um embaixador alemão. Depois de passar pela Argélia, fazer treinamento militar em Cuba e escapar da morte no golpe que derrubou Salvador Allende do governo chileno, Pedro acabará se fixando na antiga Alemanha Oriental, atrás do que o Ocidente costumava chamar de Cortina de Ferro. Com a anistia, o ex-sargento volta ao Brasil e é reintegrado a Polícia Militar como se sua vida encerrasse um caprichoso ciclo. Sobrevivente duma guerra sem regras, esse herói de carne e osso acaba de ganhar uma biografia – o livro Pedro e os Lobos – Os Anos de Chumbo na trajetória de um guerrilheiro urbano e começa a ter sua vida retratada em filme.

Texto de João Roberto Laque, autor do livro Pedro e os Lobos

Compartilhe:

Arquivos para download:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *