Top
GeralImprensa RegionalMídias/LivrosOutras épocasOutrosRecortesSNI

IMPRENSA ANARQUISTA NO PERÍODO DA DITADURA MILITAR. CASO DO JORNAL LIBERA DO CÍRCULO DE ESTUDOS LIBERTÁRIOS

Compartilhe:

libera

ÓRGÃO INFORMATIVO DO CIRCULO DE ESTUDOS LIBERTÁRIOS IDEAL PERES – CELIP/RJ

 Historiografia da imprensa alternativa no Brasil trabalha, há tempos, com um conjunto

de fontes que acabou se tornando, para o “senso comum”, sinônimo de mídia
independente. Quando se fala do período de ditadura civil-militar no país (1964-1985),
as referências giram em torno de ‘O Pasquim’, ‘Movimento’, ‘Opinião’, ‘Em Tempo’ e
alguns outros títulos. Todavia, poucos estudiosos trataram de periódicos como ‘O
Inimigo do Rei’, ‘Barbárie’, ou de outras publicações impressas de grupos que também
se opuseram historicamente aos regimes autoritários: os anarquistas. A proposta deste
artigo é identificar, sucintamente, a atuação social e os meios de divulgação dos
libertários durante anos de chumbo.
Palavras-chave: mídia alternativa; anarquismo; ditadura

(Vozes libertárias em tempos sombrios – Imprensa anarquista no período de
ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985)
João Henrique de Castro de Oliveira 2
Universidade Federal Fluminense (UFF)

Compartilhe:

5 comments

  1. Martha Hirsch Aulete 5 maio, 2020 at 05:06 Responder

    MORO é herói natural brasileiro. Herói por 2 motivos: é corajoso e tem práxis.

    Mas o PT e a religião cujo nome é Petismo o odeia. Tal qual os manés dos bolsonaristas.

    PT?
    E a Copa do Mundo no Brasil, hein? Em vez de se construir hospitais, construiu-se prédios inúteis.
    “Muito engana-me, que eu compro”
    E o PT®? Qual o poder constante de sua propaganda ininterrupta?
    Eis:
    Vive o PT© de clichês publicitários bem elaborados por marqueteiros. Estilo do brilhante e talentoso João o Milionário Santana. Nada espontâneo.
    Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou: “Skol®: a Cerveja que desce Redondo”/Ainda: “Fiat® Touro: Brutalmente Lindo”). Não tem nada a ver com um projeto de Nação.
    Eis aqui a superficialidade do PETISMO:
    0.“Coração Valente©”
    1.“Pátria Educadora™” [Buá; Buá; Buá].
    2.“Pronatec©”
    3.“A Copa das Copas®”
    4.“Fica Querida©”
    5.“Impeachment Sem Crime é Golpe©” [lol lol lol]
    6.“Foi Golpe®”
    7.“Fora Temer©”
    8.“Ocupa Tudo®”
    9.“Lula Livre®”
    10.“®eleição sem Lula é fraude” [kuá!, kuá!, kuá!].
    11.“O Brasil Feliz de Novo®”
    12.“Lula é Haddad Haddad é Lula®” [kkkk]
    13.“Ele não®”.
    14.“Minha Casa, Minha Vida©”
    15.“Saúde não tem preço®”
    16.“Haddad agora é verde-amarelo®” [rsrsrs].
    17.“Rede cegonha©”
    18.“LUZ PARA TODOS™” (KKKKK).
    19. (…e agora…): “Ninguém Solta a Mão de Ninguém©”
    20.“Água para todos©” (é mesmo?)
    21.“Mais Médicos®”
    22.PT = “Controle social da mídia” [™] (hi! hi! hi!): desejo do petismo.
    23.“Brasil Carinhoso©” [que momento açucarado].
    24.“Bolsa Família®”
    25.“SKOL®: a Cerveja que desce RedondO”.
    PT© é vigarista e aderente ao charlatanismo.
    Vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.
    É o tal de: “me engana que eu compro”.
    Produtos disfarçados, embalagens mascaradas e rótulos mentirosos. PT!
    Nós todos apreciamos consumir alguma coisa, com certa constância. Então isso seria bom… Mas não nesse caso. PT é um lixaço.

  2. Alexandre Seixas 18 maio, 2020 at 15:00 Responder

    Parabéns! Sou anarquista e participo de toda publicação com este. A Martha pegou o trem errado. “Hay Gobierno? Soy contra!”

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *