Top
DenúnciasGeralTorturas

DOCUMENTO DENUNCIANDO TORTURAS A DOIS PRESOS POLÍTICOS DURANTE GREVE DE FOME

O Comitê de Solidariedade aos Presos Políticos de São Paulo divulgou em julho de 1972 um documento divulgando torturas ‘a Paulo Vanuchi Paulo de Tarso Venceslau durante  a greve de fome que um grupo de presos políticos de São Paulo  levou a efeito entre 9 de Junho e 11 de Julho de 1972 que muito pouca gente conhece e da qual quase que não há registro.

Esta greve de fome foi realizada como uma forma de resistir aos planos que tinham as autoridades da época de dividir os presos políticos em vários pequenos grupos levando-os para diversas cadeias do Estado. Ela teve duas fases.

A primeira foi de 5 dias (entre os dias 12 e 17 de maio) na cidade de São Paulo com a participação de 34 homens e 13 mulheres nos presídios Tiradentes , Casa de Detenção e Penitenciaria do Carandiru . A segunda com a participação de 32 homens somente se realizou em dois Presídios: a Penitenciaria do Carandiru e a penitenciaria de Presidente Venceslau aonde o autor estava, transferido de São Paulo em conjunto com os três freis dominicanos e mais dois companheiros , sendo que o diário foi escrito lá, acompanhando dia a dia, o que acontecia .

Esta segunda fase durou 33 dias e não foi vitoriosa, já que os presos em São Paulo continuaram separados até o ano de 1976.
Após intensa pesquisa sobre o assunto, basicamente nos Arquivos de SP (DEOPS) e também no Arquivo Nacional (Rio e Brasília), foram encontrados vários documentos que enriquecem o diário, pois mostrará também a opinião e os documentos das autoridades da época a respeito da política carcerária sobre presos políticos que se “atreviam” a resistir mesmo estando presos.

Do editor com Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro

http://pt.scribd.com/doc/118311642

 

 

 

http://pt.scribd.com/doc/118311642

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *