Top
Forças ArmadasGeralMortos e DesaparecidosRepressãoVPR

DOCUMENTO DESCOBERTO NO ARQUIVO DO RIO APONTA INFILTRAÇAO NA ESQUERDA ARMADA

Compartilhe:

Este documento eu localizei no Arquivo Público do Rio de Janeiro.  Ele mostra que um ano antes  da Chacina da Chácara de São Bento a direção da Vanguarda Popular Revolucionária era controlada pela repressão da ditadura. As informações constantes no documentos indicam a existência de uma infiltraçao com amplo conhecimento da cúpula que agia no Chile, Europa e Argência.

Trata-se  de um documento muito estranho devido a informações que eram restritas aos membros da direção, tais como números de telefone para contato, caixas postais e contatos transversais. Exemplo é o endereço do escritor Mario Benedetti para chegar até Soledad Barrett e os contatos de Onofre Pinto na Itália e França.

Esse documento produzido pelo CISA (Centro de Informações e Segurança da Aeronáutica)  em 3 de janeiro de 1972, pode ser uma pista importante para esclarecer o nível de infiltraçao na esquerda armada que resistiu a ditarua

3 comments

  1. alberto santos 7 maio, 2013 at 23:48 Responder

    já li quase todas as suas postagens, mas nunca deixei comentário. Agora segue o primeiro: belíssimo trabalho de reconstituição deste período tão tenebroso da vida nacional. Parabéns por sua abnegação!

  2. VALERIO PAPANDREU 29 maio, 2013 at 16:55 Responder

    B”H
    Estimado Investigador

    Comissão da Verdade ou da Impunidade?

    PORQUE a DILOMA ROUSSEF não depóe na comissao da Verdade como cidadã brasileira.
    como deseja a Anistia Internacional, suspeita-se que todos que estão vivos doram dedos-duros da revolução militar. Os mortos que acusam de dedos duros bão se defendem, porque não depõe a INES Etienew Romeu? O ZORRO, e os que estão vivos que supostamente eram infiltrados na Esquerda..A comissão tem que achar os vivos dedos duros para depor. Pois os mortos não se defendem. O código penal vigorava na revolução e agora, até a argentina revogou a anistia pois ela foi feita pelos assassinos dos brasileiros. Um cordial abraço Valerio papandreu( irmão do preso politico morto em Petrópoilis (RJ).na casa de torturas.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *