Top

Compartilhe:

OPERAÇÃO PEQUENO PRÍNCIPE
A AÇÃO DA POLÍCIA POLÍTICA NO
COMBATE À DOUTRINAÇÃO COMUNISTA
NAS PRÉ-ESCOLAS OFICINA E OCA
(CURITIBA, 1978)
CURITIBA

ditadura pr

JOSÉ DOS SANTOS DE ABREU

Compartilhe:

Arquivos para download:

1 comment

  1. José Abreu 5 agosto, 2016 at 09:45 Responder

    A pesquisa analisa a forma de atuação da polícia política paranaense na chamada Operação Pequeno Príncipe, ação repressiva ocorrida em 1978, em Curitiba, que visava a interdição de duas pré-escolas – Oficina e Oca – acusadas de doutrinar crianças de 1 a 6 anos de idade dentro de princípios marxistas e de servirem de fachada para atividades conspiratórias contra o governo. O trabalho demonstra que em seu combate aos opositores do regime, os órgãos repressivos desenvolveram ações apoiadas tanto na
    legalidade ditatorial como na clandestinidade, visando a produção do sentimento de medo, sendo que no primeiro caso, por meio de práticas que iam desde a vigilância sistemática e os aprisionamentos e, na ilegalidade, por meio das constantes ameaças e sequestros, agindo anonimamente e procurando acobertar-se sob o manto de grupos anticomunistas. Liderados pela Comissão de Justiça e Paz de Curitiba – Igreja Católica – setores da sociedade civil organizaram-se e denunciaram a violência policial recorrente na cidade. A imprensa acompanhou atentamente aqueles acontecimentos
    colaborando para que sua repercussão ajudasse a criar uma rede de solidariedade que pressionou as esferas superiores do governo a manifestarem-se e intervirem junto às autoridades locais responsáveis pelas prisões em Curitiba.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *