MATA! A ORDEM PARTIU DE GEISEL. CHACINA NO PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU

Compartilhe:

Eles foram atraídos para uma emboscada armada dentro do Parque Nacional do Iguaçu. A Rural Willys levando Joel José de Carvalho, Daniel de Carvalho, José Lavechia, Vítor Carlos Ramos e Ernesto Ruggia em direção à morte. De repente, no meio da floresta exuberante, os cinco militantes da esquerda revolucionária caíram fuzilados pelo grupo de extermino. Os cães de guerra comandados pelos chefões do Centro de Inteligência do Exército executavam a fase final da Operação Juriti, que consistia em atrair exilados políticos para áreas fictícias de guerrilha e matá-los.
A ordem de execução partiu do Palácio do Planalto. O líder do grupo remanescente da Vanguarda Popular Revolucionária, Onofre Pinto, foi poupado num primeiro momento, e conduzido pelo grupo executor, comandado pelo coronel Paulo Malhães, para um local clandestino em Foz do Iguaçu, onde foi torturado e assassinado.
O vídeo produzido por João Paulo Pugin como trabalho do curso de audiovisual e cinema da Unila – Universidade de Integração Latino-americana, Foz do Iguaçu – PR 2015

 

Compartilhe:

Aluizio Palmar

Os documentos dos arquivos da ditadura devem ser vistos com o olho crítico da dúvida, pois foram escritos por pessoas treinadas para mentir, contrainformar, caluniar, prender, torturar e matar.
Espero que Documentos Revelados contribua para a compressão dos acontecimentos das décadas passadas, dos métodos de controle usados pelo Estado Policial e estimule os visitantes a ter um compromisso ativo com a democracia.
Documentos Revelados é resultado de anos de garimpagem em arquivos públicos e particulares, de caixas e pastas, repletas de mandados de prisão, informes,radiogramas, ofícios, dossiês,relatórios e outros tipos de documentos produzidos pela burocracia policial.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *