Top
Dissertacoes

O TERROR RENEGADO. A retratação pública de integrantes de organizações de resistência à Ditadura Civil-militar no Brasil

Compartilhe:

Resumo da autora:

O presente trabalho tem por objetivo analisar os processos de retratação pública protagonizados por integrantes de organizações de esquerda que combatiam a ditadura civil-militar no Brasil. Tais episódios, que passaram a ser conhecidos como arrependimentos, tiveram início em maio de 1970, quando um grupo de cinco jovens ligados à Vanguarda Popular Revolucionária lançou dois manifestos, nos quais eles negavam a existência de tortura, elogiavam as principais obras do regime e faziam um apelo aos jovens para que não ingressassem na luta contra a ditadura. A partir daí, uma série de depoimentos passou a ser
divulgada nos jornais e redes de televisão do país. Ao longo deste trabalho, busca-se analisar a trajetória dos militantes que protagonizaram estas retratações, na tentativa de conhecer suas histórias de vida e compreender como chegaram ao lugar de arrependidos. Objetiva-se, também, compreender como tais episódios estavam inseridos na lógica de repressão e propaganda do governo, e quais as mensagens presentes em suas declarações na época. Além
disso, a partir da análise de entrevistas de história oral e outras obras de memória, procura-se discutir sobre as memórias que tais militantes elaboraram e elaboram hoje sobre os referidos episódios e examinar qual sua compreensão acerca das retratações por eles protagonizadas.

 

Esta Dissertação de Mestrado tem tal qualidade que foi vencedora do Prêmio Memórias Reveladas – Arquivo Nacional em 2010. Foi por isso publicada neste belo livro pelo Arquivo Nacional, em 2012.

Resenhas do mesmo podem ser encontradas aqui:

http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/82579

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/iberoamericana/article/viewFile/13988/11088

 

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *