Top
DissertacoesDissertações e Teses

O Papel da Direção de Inteligência Nacional (DINA) na Ditadura Chilena: para além da repressão (1974-1977)

Compartilhe:

Mendes, Clécio Ferreira

Resumo do autor:

Este trabalho analisou a função social da Direção de Inteligência Nacional, a DINA, que constituiu a centralização do aparato repressivo da ditadura chilena no período de 1973 a 1977. Por isso, buscou-se compreender a idealização e a criação da DINA pela Junta Militar de Governo, sob comando do ditador General Augusto Pinochet. Os estudos revelaram que a ditadura chilena e a DINA compuseram um movimento amplo da direita autoritária e antidemocrática e que propunha um projeto de autocracia burguesa, intitulado “refundação da república” e o estabelecimento da chamada “democracia protegida”, contra as transformações sociais e políticas em curso naquele contexto. A DINA, um aparato inédito até 1974, exerceu um papel para além da repressão e contenção das lutas sociais e de resistência à ditadura. Tinha como missão o extermínio da esquerda e do marxismo, abrindo caminho para a homogeneização da sociedade chilena nos moldes de uma sociedade capitalista e garantindo a imposição das reformas neoliberais, que transformaram o Chile.

 

The objective of this thesis is to analyze the social function of Direction of National Intelligence, or DINA, agency that centered and organized the repressive apparatus of Chilean dictatorship from 1973 to 1977. In that sense, we sought to comprehend the idealization and the creation of DINA by the Military Joint of Government, under direct command of General Augusto Pinochet. The presented studies reveal that the Chilean dictatorship and DINA institute a wide movement of the right wing authoritarianism and antidemocratic against the social and political changes in course on that context and that they aimed to set up a project of bourgeois autocracy entitled “republic refoundation” and the establishment of a so-called “protected democracy”. The DINA as an unprecedented apparatus until 1974 performed roles beyond repression and suppression of social struggles or against dictatorship resistance. Its mission was the annihilation of the left and Marxism paving the way for the Chilean society standardization on the molds of a capitalist society. To guarantee the imposition of neoliberal reforms that transformed Chile

 

 

Compartilhe:

Arquivos para download:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *