Top
DenúnciasForças ArmadasFundo Aluízio PalmarRepressãoTorturasVPR

CARTA DE EX-PRESO POLITICO REVELA QUE DOI-CODI TENTOU MATA-LO COLOCANDO VENENO EM SUA COMIDA

Eu conheci Ubajara Silveira Roriz no Chile, no inicio do ano de 1972.  Ele foi me apresentado pelo Jose Carlos Mendes. Ubajara e Mendes eram combatentes organizados no Comando Juarez de  Brito, da VPR no Rio de Janeiro e haviam participado da captura do embaixador da Suíça no Brasil.

Alguns meses apos nosso primeiro contato, Ubajara demonstrou interesse em voltar pro Brasil, reatar contatos com os remanescentes do Comando Juarez de Brito e seguir na luta. Como eu era naquela ocasião o responsável pela VPR no Chile passei pra ele algum dinheiro e contatos.

Naquele mesmo ano sai do Chile para cumprir tarefas da VPR e perdi o contato com Ubajara. Trinta anos depois soube que meses apos seu retorno ele ele havia sido preso e torturado no DOI-CODI. Ubajara não “aguentou o pau” , segurou ate o seu limite, entregou os contatos , sucumbiu e ficou desestruturado. Seguem  anexo  documentos, com as revelações tiradas na tortura e uma carta que ele diz que seus pais “foram ganhos” para trabalhar para a repressão e que agentes do DOI-CODI estavam tentando mata-lo colocando veneno em sua comida.

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *