Top
Operação Condor

Documentos desclassificados revelam participação da ditadura brasileira na morte de Horácio Campiglia e Suzana de Binstock

Horacio Domingo Campiglia e Mónica Susana Pinus de Binstock, membros da organização de resistência Montoneros, foram presos no Aeroporto Internacional do Galeão, no dia 12 de março de 1980, numa ação conjunta entre a repressão argentina e brasileira.
 Documento datado de 7 de abril de 1980, assinado pelo então Oficial Regional de Segurança (RSO) da Embaixada dos Estados Unidos em Buenos Aires, James Blystone, de Blystone, “a Inteligência militar argentina (601) contatou seus colegas da Inteligência militar brasileira pedindo permissão para conduzir uma operação no Rio de Janeiro para a captura dos dois Montoneros. Os brasileiros deram a permissão e uma equipe voou (…) para o Rio num C130 da Força Aérea Argentina. Ambos os Montoneros foram capturados vivos e levados à Argentina a bordo do C130. (…)

Compartilhe:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *