MEMÓRIAS DA DOR. EM 1974, O ESCRITOR PAULO COELHO FOI PRESO POR ENGANO E SUBMETIDO A TORTURAS

  No dia 28 de maio de 1974 o escritor Paulo Coelho de Souza  foi preso por engano. No decorrer de uma investigação dos órgãos de repressão da ditadura militar, o escritor foi preso no lugar do militante do PCBR, Paulo Coelho Pinheiro. As desinformações …

EZEQUIAS BEZERRA DA ROCHA, ASSASSINADO NO CENTRO DE TORTURA DO IV EXÉRCITO, EM RECIFE

10 de março de 1972 foi o dia em que Delegacia de Segurança Social de Recife/PE expediu o Pedido de Busca número 12-DSS/72, determinando a “localização e captura de elemento subversivo”, de nome Ezequias Bezerra da Rocha. Ezequias era o proprietário do carro que tinha sido utilizado …

DOCUMENTOS E REFLEXÕES DE APOLÔNIO DE CARVALHO, ONDE ELE ANALISA A ESQUERDA ARMADA, OS PROBLEMAS INTERNOS DO PCBR E SUA PRISÃO

Trata-se de importantes documentos, onde o dirigente comunista Apolônio de Carvalho tece reflexões sobre a opção pela luta armada contra a ditadura, as diversas crises internas no PCBR e em outras organizações revolucionários. Entre o conjunto de documentos está o depoimento de Apolônio sobre sua …

AGENTE DO DOI-CODI, REVELA QUE REPRESSÃO ARMAVA ENCENAÇÃO DE CONFRONTO E MORTE EM LOCAL PÚBLICO PARA OCULTAR PRISÕES

  A agente do DOI-CODI, Tenente Neuza , revelou, que na ditadura militar , a repressão para ocultar uma prisão, fazia de conta que o preso havia morrido em um confronto. Ela chama de cirquinho a encenação que os policiais e militares faziam e sempre …

ÁUDIO DA TENENTE NEUZA, DO DOI-CODI, REVELANDO QUE A “ORDEM DE CIMA”, ERA MATAR O PRESOS POLÍTICOS BANIDOS QUE RETORNASSEM AO BRASIL

A tenente Neuza conta como os agentes do destacamento transportavam os corpos de pessoas mortas pelo DOI até a sede do DOI, no Ibirapuera. Nascida em 1936, ela confirmou que o destino dos militantes que tivessem feito cursos de guerrilha no exterior e fossem apanhados …