| Crônicas
Avatar

Rosário de Saudades

O rosário de saudades dá um rosário de lágrimas. Lágrimas pela floresta destruída, as perobas virando tábuas e os animais e pássaros perdendo a vida

Dr. Rosinha

Tapada das Necessidades

A bola vermelha cai diante do banco em que estou sentado. Olho em volta, à procura de quem virá buscá-la. Curiosamente, ninguém aparece. Imagino alguém que desistiu de jogar, de ter metas, de provocar em si as excitações da derrota ou da vitória

Marcos Pamplona

Pano de chão

Se Bolsonaro colocasse tanques na rua amanhã, Ratinho Junior seria o primeiro a sair, emocionado, para entregar flores aos generais, saudá-los como libertadores, benfeitores, energia da nação

Sandoval Matheus

11 dicas para cuidar do seu carro

[ou o que um pequeno dicionário do automobilista encontrado num sebo e trazido pra casa num surto colecionista tem a nos ensinar sobre a vida e a preservação dos nossos bens materiais, sempre importantes]

Julie Fank

Auto retrato

Também tenho identidade, mas ela é tão plural que se mistura com todos e todas e não me dá nenhuma singularidade

Dr. Rosinha

A conquista

Na grande quantidade de tempo livre que ainda sobra e não é mais possível atirar fora enquanto lustramos balcões de bares e casas de chá com os cotovelos

Sandoval Matheus

Dedicatórias

Como alguém que ganha um disco ou um livro com dedicatória, ou mesmo com o autógrafo do escritor, compositor ou cantor se desfaz do “objeto”?

Dr. Rosinha