Julie Fank | Crônicas

O derretimento das derrotas protocolares

sigo ansiosa pelo dia em que o mundo finalmente postará seu textão de retorno das cinzas dizendo que ano passado morreu, mas que este ano não morre mais, que a ultradireita endossada pelos negacionistas seja só um retrato na parede e olhe lá. devo esperar sentada? estamos derretendo

Julie Fank

Os dançarinos elétricos

A performance da autenticidade genuína – sim, o BBB me obrigou a juntar essas duas palavras nesse pleonasmo horroroso – e da suposta intimidade com seus adversários, fez com que o gramado tão verdinho na tela da tevê formigasse

Julie Fank

Foi a jornada do herói que nos trouxe até aqui

O cavalo de Troia tá diferente nestes tempos, né? São os nossos que trazem pra dentro de casa o próprio vírus. Mas o assunto não é esse. É o herói, esse lindo, que só existe porque ainda não inventamos um governo que funciona

Julie Fank

Interrupção

A gente, que aprendeu a admirar o contorno das coisas, esquece como é legal espiar para o lado de lá da moldura

Julie Fank

(A)LIVE

Será que eu já perguntei se ela tá bem?, o que ela perguntou mesmo?

Julie Fank

11 dicas para cuidar do seu carro

[ou o que um pequeno dicionário do automobilista encontrado num sebo e trazido pra casa num surto colecionista tem a nos ensinar sobre a vida e a preservação dos nossos bens materiais, sempre importantes]

Julie Fank