Poema do lado errado | Jornal Plural
Clube Kotter
18 jun 2020 - 21h25

Poema do lado errado

Reflexos da pandemia do novo coronavírus

Poema do lado esquerdo


Meu amor⠀
Hoje acordei do lado errado da cama⠀
O seu lado⠀
Ainda não dá pra acreditar que você foi assim⠀
Parece um pesadelo⠀
Sei que você não foi a única⠀
Mas era pra mim⠀
Tá tudo tão confuso⠀
Aquele governo maldito⠀
Aquele, o que a gente não votou⠀
Continua lá ⠀
Continua matando⠀
O vizinho, o fascista, encontrei ele no hospital⠀
Também perdeu a esposa⠀
A gente se olhou, só de máscara, ⠀
E era muito claro que ⠀
Agora⠀
Isso não importava mais

Poema do lado direito

Meu amor⠀
Hoje acordei do lado errado da cama⠀
O seu lado⠀
Ainda não dá pra acreditar que você foi assim⠀
Parece um pesadelo⠀
Sei que você não foi a única⠀
Mas era pra mim⠀
Tá tudo tão confuso⠀
Aquele governo maldito⠀
Aquele, o que a gente votou⠀
Continua lá ⠀
Continua matando⠀
O vizinho, o petralha, encontrei ele no hospital⠀
Também perdeu a esposa⠀
A gente se olhou, só de máscara, ⠀
E era muito claro que ⠀
Agora⠀
Isso não importava mais⠀

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias