Imagine um jogo | Jornal Plural
Clube Kotter
17 jul 2020 - 22h23

Imagine um jogo

Quando você pede pra jogar três dados, o próximo fala que tirou 18, com naturalidade, mentindo, e ninguém faz nada

Imagine que você não consegue saber todas as regras

Imagine que você recebe opções de como continuar o jogo sem saber das regras

Imagine que, a cada tentativa sua a jogar, quem criou o jogo dissesse que você errou e precisa voltar várias casas pra trás

Todas as vezes que você tenta de novo, alguém aponta e te fala de uma nova regra, muitas vezes contraditórias a regra que eles usaram pra te punir na rodada passada

E outros jogadores fazem jogadas similares ou piores que a sua e eles passam, eles podem ir

Quando você pede pra jogar três dados, o próximo fala que tirou 18, com naturalidade, mentindo, e ninguém faz nada

Você tenta dizer 18 e te escorraçam

E te humilham

E te menosprezam

E te violentam

Sim, isso é uma metáfora

Mas você precisa saber e repetir pra você mesmo, todos os dias uma coisa importante

Se você é homem, branco, saudável e hétero

Não

Não é sobre você

Esta metáfora não é sobre você

Porque o resto todo é sobre você

Mas isso tem que mudar

(inspirado em um novo discurso de Donald Trump, em que ele diz que morrem mais brancos nas mãos de policiais americanos, em números absolutos, deixando de lado a informação que considerando a proporção populacional, em números relativos à discrepância é imensa)

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias