Dia 48 – Little Miss Sunshine | Jornal Plural
Clube Kotter
13 maio 2020 - 20h40

Dia 48 – Little Miss Sunshine

Quando um governo desumano vence, quem perde é a humanidade

Da minha janela vejo a rua do condomínio e o movimento da vizinhança, essa minissociedade, esse minimundo em que a ilusão de segurança é maior porque há um muro que separa este minimundo dos demais. Meu vizinho tem um cachorro grande que precisa passear todos os dias – e o muro que limita o condomínio limita também os passeios.

Não sei o nome do vizinho. Um oi cordial quando nos vemos lá fora, ambos temendo puxar uma conversa maior e descobrir que estamos do lado oposto um ao outro nas cada vez menos metafóricas trincheiras que dividem o país. Boa tarde, tudo bem, tudo bem. Ele tem bem a cara de ser… bem, você sabe o quê; eu tenho também a cara de ser ele bem sabe o quê.

Em uma das casas lá de cima mora uma menininha que parece a Little Miss Sunshine. Ela tem um patinete rosa sobre o qual desce a rua do condomínio infinitas vezes, com um ar muito sério. Não tem ainda idade para entender a gravidade da situação. Alheia ao caos, procura algo perdido, talvez um brinquedo, nos canteiros do minimundo.

Recebo um vídeo de um cliente de uma farmácia que se recusa a colocar uma máscara durante o atendimento. Diz que não tem máscara. Recebe uma da atendente. Ironicamente coloca sobre a cabeça: “o decreto não determina como eu tenho que colocar a máscara”. Os demais clientes se irritam, a discussão beira o ataque físico.

Os números de mortos não param de aumentar. O governo corre para socorrer os banqueiros e distribui ilegalmente a ajuda de 600 reais a mais de 70 mil militares. A velha estratégia. Se alguém descobrir voltamos atrás, foi um equívoco. Caso contrário, são 70 mil novos apoiadores de um governo que flerta de forma a cada dia mais indecente com o militarismo.

A cloroquina se mostra ineficiente nos primeiros estudos disponibilizados. Pior ainda, parece até nociva para algumas pessoas. Ainda assim, o governo insiste em ampliar a distribuição da substância. Evidências científicas não tem nenhum valor.

O presidente interfere em investigações da Polícia Federal e o cheiro de pizza começa a invadir o país. Eu acima de tudo, minha família acima de todos. A última eleição não foi uma derrota da esquerda. Uma derrota da esquerda seria a vitória da direita.

Quando um governo desumano vence, quem perde é a humanidade.

Não sei se os pais da Little Miss Sunshine apoiam o governo. Não sei se eles acreditam que o muro do condomínio vai ser suficiente para parar o vírus ou se até sua filha crescer tudo será passado e tudo terá sido esquecido.

Sem máscara e sem supervisão, ela carrega o patinete para o topo da rua para recomeçar a brincadeira.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias