10 fev 2022 - 7h45

A volta às aulas não precisa ser um problema

Dicas para economizar com material escolar

O mês de janeiro acabou e ainda existe certa movimentação para compra de material escolar, por isso preparei algumas dicas de como economizar em material, além de uma dica bônus sobre o que pode ou não ser pedido pelas escolas.

Vamos às dicas?

  • É importante prestar atenção nos materiais utilizados no ano anterior, caso estejam em boas condições, reaproveite;
  • Hoje em dia existem lojas de atacado, que tal se organizar com mais outros pais ou responsáveis para comprar em maior quantidade e garantir um bom desconto?
  • Não leve a criança junto na hora de comprar o material escolar, devido a variedade de coisas, haverá com certeza muita dúvida e você pode acabar pagando mais caro;
  • Sempre converse e negocie com seu filho(a), sabemos que os pequenos adoram heróis, princesas e outras temáticas criadas exatamente para atrair atenção deles. Então minha dica é, vá às compras sozinho(a);
  • Compre apenas itens indispensáveis nesse início para o ano letivo, assim ao longo dos meses, você pode aproveitar descontos;
  • Existem livros em bom estado de conservação nos sebos e com isso sai bem mais barato. Além da possibilidade de usar livros de séries anteriores, por empréstimo (as escolas sempre têm);
  • Pesquise na internet! Utilize a tecnologia a seu favor;
  • Conheça seu direito de consumidor, a escola não pode exigir que você adquira os materiais em lojas específicas. Itens de uso comum ou que não serão utilizados diretamente pelo aluno, não devem constar na lista de material escolar (Lei 9.870/99).

Quero mudar a situação de crianças e adolescentes do nosso país para ajudar a construir um futuro melhor. Venha comigo nessa missão, compartilhe com o máximo de pessoas que puder!

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Assuntos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova