2 maio 2022 - 13h27

Pense no planejamento do seu negócio!

O sucesso do planejamento de seu negócio vai muito além do somente pensar o que quer ser quando crescer, ele visa olhar para o longo, médio e curto prazo

Aos que pensam que o planejamento só existe no financeiro e odeiam o financeiro, eis aqui uma boa notícia: o planejamento não é só no financeiro.

É claro que quando pensamos em estratégia de crescimento a primeira ideia que vem na mente é a de cortar gastos e reduzir despesas, mas o planejamento é muito mais do que só estratégia.

O planejamento visa ações a curto, médio e a longo prazo e nesse caso definem a atuação da empresa por anos.

Já falei em outras colunas que a empresa tem suas fases que elas começam quando a empresa nasce que é quando o empresário precisa sobreviver e é quando aprende a comprar e a vender, passa pela segunda fase quando percebe que tem que contratar e aprende a gestão de pessoas, até que chega na fase que precisa se organizar, que é quando precisa de planejamento.

Em muitas empresas o trabalho de planejamento inicia com a definição da missão, visão e valores do negócio.

Qual a identidade do seu negócio, porque sua empresa existe, qual seu propósito.

Uma ferramenta que eu gosto muito para ajudar nessa definição é a análise SWOT, uma ferramenta que provoca um grande brainstorming e ajuda a analisar os mercados internos e externos e onde entendemos fortalezas, pontos de desenvolvimento, oportunidades e o mercado concorrente.

Veja que a primeira etapa do planejamento é quando precisamos entender o que você quer para sua empresa e dessa forma se organizar para crescer.

Quer um exemplo de missão, visão e valores?

Encontrei a do Magazine Luiza para ilustrar: “Ser o grupo mais inovador do varejo nacional, oferecendo diversas linhas de produtos e serviços para a família brasileira. Estar presente onde, quando e como o cliente desejar, seja em lojas físicas, virtuais ou online. Encantar sempre o cliente com o melhor time do varejo, um atendimento diferenciado e preços competitivos.

Será que o Magazine conseguiu?

Quando pensamos sob o olhar do planejamento estratégico entendemos que ele quer ser inovador, estar presente onde o cliente desejar e encantar o cliente através do atendimento e do preço. Esse é o objetivo ao longo prazo, mas como atingi-lo?

Perceba que para chegar a esse objetivo eles também precisaram organizar seus departamentos como os de vendas e de logística, porque dessa forma eles conseguem hoje “estar presentes onde e como o cliente desejar”.

Isso se chama planejamento tático.

Enquanto eu me organizo para atingir um objetivo de longo prazo eu preciso tomar ações que garantam que a ferramenta será atrativa e vai gerar receita.

Por fim e não menos importante, precisamos ter o planejamento operacional, ou seja, o que precisa acontecer no dia a dia.

Precisamos pensar nas tarefas diárias, na rotina, nos processos. Isso está diretamente ligado a gestão de processos.

Para que meu objetivo de longo prazo dê certo eu preciso que minha empresa esteja organizada no seu dia a dia. Preciso ter processos bem definidos, rotinas estabelecidas e políticas claras e disponíveis para abordar problemas específicos.

O sucesso do planejamento de seu negócio vai muito além do somente pensar o que quer ser quando crescer, ele visa olhar para o longo, médio e curto prazo.

Empreender não é fácil, mas é muito bom, o segredo é: controle, planejamento, indicadores e organização.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova