A sua comunicação te ajuda ou atrapalha? - Jornal Plural
19 jul 2021 - 10h33

A sua comunicação te ajuda ou atrapalha?

Nas nossas vidas, algumas vezes, basta olhar para o alvo para perceber que vai ser difícil acertá-lo

Certa vez eu fui designada para fazer uma reportagem sobre arco e flecha. Naquela época o esporte havia se tornado uma verdadeira febre por causa do filme Valente (Pixar, 2012).

Eu, que adoro experimentar atividades diferentes, cheguei ao local onde as pessoas treinavam e fiquei encantada. Parecia tão fácil acertar o centro do alvo! É claro que eu resolvi testar minhas habilidades de arqueira.

O alvo ficava a cerca de 20 passos de distância. Segurei o arco, a flecha, mirei no alvo e “pá” – acertei em cheio a corda do arco no meu braço! A flecha eu nem lembro onde foi parar, tamanha era a dor que eu estava sentindo.

Se algum de vocês, caros leitores, já brincou de arco e flecha, sabe que esse tipo de acidente é bem comum entre os iniciantes. Acontece basicamente por um erro de postura.

Mas você pode estar se perguntando: O que essa história tem a ver com comunicação? Prometo responder a esta e outras perguntas nas próximas linhas.

Nas nossas vidas, algumas vezes, basta olhar para o alvo para perceber que vai ser difícil acertá-lo. Outras vezes, você vai cheio de confiança, erra miseravelmente e só depois disso entende que deveria ter se preparado melhor.

Acontece com arco e flecha, acontece com a nossa comunicação. Dentro desse contexto eu poderia dizer que a comunicação assertiva é o caminho mais curto para que a sua flecha possa atingir o centro do seu alvo. Você pode até dar sorte de acertar uma vez ou outra por acaso. Mas você não fará uma sequência de bons resultados se não estiver preparado e não tiver uma estratégia clara!

Dentro do universo do empreendedorismo, ter consciência de como a sua comunicação e a comunicação da sua empresa impactam seus clientes pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso do seu negócio.

Com base na minha experiência, atendendo empresários, diretores e gestores de empresas, separei 5 lições que podem te ajudar a ter uma comunicação mais assertiva e estratégica:

Primeira lição: Compreenda que assertividade não tem nada a ver com estar certo e muito menos com agressividade. Assertividade é saber equilibrar as suas necessidades e as das pessoas que estão a sua volta. É expor suas ideias com clareza, objetividade e segurança, levando em consideração a opinião do outro. É assertivo quem sabe reconhecer e impor limites com gentileza e firmeza.

Segunda lição: Preste atenção nos seus padrões de comportamento. Faça uma autoanálise e perceba em qual desses três estados você permanece a maior parte do seu dia:

Passividade: ou seja, acredita constantemente que só a opinião do outro tem valor e por isso não importa o que você pensa. Prefere sacrificar a sí mesmo e aos seus objetivos para não prejudicar os seus relacionamentos.

Agressividade: foca no resultado, mesmo que para isso as relações sejam prejudicadas. Pensa que as suas vontades devem prevalecer pois você está certo na maior parte do tempo e os desejos e necessidades dos outros tem menor importância.

Assertividade: procura atingir os objetivos levando em conta as necessidades dos outros sempre que possível e busca alternativas que promovam o consenso.

Terceira lição: Perceba quais os impactos da sua comunicação nas pessoas a sua volta. Quando você passa pela porta da empresa e diz “bom dia”. Será que os seus colaboradores ficam felizes com a sua chegada? Eles acreditam que podem contar com você? Mentenha-se aberto aos feedbacks. Eles podem ser uma bússola importante para o caminho que conduz à assertividade.

Quarta lição: Tenha uma marca pessoal clara. Pelo que você gostaria de ser lembrado? O que você gostaria que o seu cliente falasse sobre você e sobre a sua empresa? Identifique o que você tem de melhor e o que te diferencia da concorrência. A partir daí defina uma lista com 5 atributos (adjetivos) pelos quais você e a sua empresa gostariam de ser reconhecidos. Mas cuidado! Uma marca pessoal forte é congruente. Você precisa comunicar aquilo que você vive. E viver o que você comunica.

E quinta lição: Use toda a sua comunicação a seu favor. Não basta escolher as palavras certas pra transmitir uma mensagem. Você precisa ter uma imagem pessoal e comportamentos adequados aos objetivos da sua comunicação.

Eu sei que ter uma comunicação assertiva dá trabalho, exige muito mais do que habilidades técnicas, é uma postura diante da vida! Mas existe alegria maior do que quando a gente acerta o alvo em cheio? Com certeza não!

O que eu realmente desejo é que neste início de semana você saiba utilizar a sua comunicação com estratégia para atingir os seus alvos de maneira assertiva.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias