Fascículo 43: Augusto Heleno, Donald Trump e redução do Estado | Plural
5 abr 2020 - 14h53

Fascículo 43: Augusto Heleno, Donald Trump e redução do Estado

Acompanhe os novos verbetes do dicionário bolsonarista de Carlos Castelo

BRAGA NETTO:  Brega Netto.

CANETADA: Juntamente com a monarquia, o presidencialismo e o parlamentarismo, uma forma de governo. Caracteriza-se por atos de um tirano que usa mais a pena do que a cabeça para fazer a gestão do Estado.

CARLOS: Cada vez que tem uma ideia, 197 pessoas pegam Covid-19 em Ceilândia.

CIÚME: Zelo excessivo por um subordinado que está apenas tentando realizar o seu trabalho.

CONTRATO DE TRABALHO: Atualmente, distrato de trabalho.

DONALD TRUMP: O homem que comprou todos os equipamentos médicos, fabricados na China, que viriam para o Brasil. Comenta-se nos círculos diplomáticos que as declarações do filho 03 sobre o que ele chama de “vírus chinês” teriam colaborado para consumar o episódio.

ENQUANTO ELES ESPIRRAM, EU VENDO LENÇOS: Slogan dos oportunistas que se aproveitam do momento pandêmico para lucrar.

FORÇA NACIONAL: Batalhão militar especialmente treinado para tirar as pessoas de dentro de seu isolamento doméstico e colocá-las na rua para trabalhar.

HELENO: General, de 72 anos, do alto escalão do governo, que provocou um escândalo ao mostrar os documentos em público.

IMPICHADO MORAL: Novo status surgido após os pronunciamentos do presidente da república sobre o isolamento vertical e a abertura do comércio à base de canetadas.

IMUNIDADE: Privilégio que, em breve, no pico da pandemia, os parlamentares colocarão à venda.

INFELIZMENTE, ALGUMAS MORTES TERÃO: Frase com sujeito oculto de vergonha.

QUARENTENA: Termo variável que, a qualquer momento, pode virar cinquentena, sessentena, setentena etc.

REDUÇÃO DO ESTADO: Panaceia milagrosa que cura todos os males, inclusive o coronavírus.

RESPIRADOR: Ver Inexistente, Insuficiente.

ROBÔ: Máquina responsável pela maioria dos tuítes cujo assunto seja o presidente Jair Bolsonaro.

SEMIPRESIDENCIALISMO: Regime inventado pela atual administração em que tudo acontece pela metade. Por exemplo: no país há uma semicultura, uma semisaúde, um semi PIB, uma semieducação e um semipresidente.

TELETRABALHO: Realização de atividades produtivas em casa, com a televisão ligada.

TEMPLO DE SALOMÃO: Futuro Hospital de Salomão. Para ter acesso, os fiéis deverão pagar com avantajados dízimos.

TRAGÉDIA: Nunca vem sozinha, traz sempre um idiota junto.

Deixe uma resposta

Últimas Notícias