Crônica do negacionismo, Teatro Guaíra e Música de Câmara no Curitiba de Graça | Jornal Plural
3 jul 2020 - 20h52

Crônica do negacionismo, Teatro Guaíra e Música de Câmara no Curitiba de Graça

Confira essas e outras atividades artísticas e de entretenimento nas dicas para o Plural

Quem, em sã consciência, imaginaria que um presidente iria negar a existência de um vírus mortal? Ninguém saudavelmente inteligente. No entanto, isso ocorreu em alguns lugares do mundo, como no México e, para nossa infelicidade, no Brasil. O negacionismo governamental foi um dos tópicos do texto sobre a pandemia do novo cononavírus escrito pela curitibana Bebeti do Amaral Gurgel, a única brasileira a participar do ensaio Pensando o Amanhã, projeto do Goethe-Institut que reúne intelectuais ao redor do mundo. O texto da escritora, assim como fotos de Curitiba, nova séria de Música de Câmara e live solidária para colaborar com artistas paranaenses estão entre os temas da coluna Curitiba de Graça para o Plural.

Tanto longe, tanto perto

Crédito da imagem: reprodução/site

Da televisão, o assunto começou a entrar nas conversas entre amigos

– Nossa, mas o que está acontecendo na China?

– Um hospital foi construído em dez dias!

– Mas que vírus é esse?

– Que coisa triste, força para os chineses!

Da China foi para a Europa, e o noticiário da televisão começou a abrir ainda mais espaço para o novo coronavírus. (…) Em Curitiba, onde moro, a imigração italiana é forte. Começamos a ver, horrorizados, Veneza fechada, Roma fechada, sonhos fechados. O coronavírus chega na Espanha, chega nos Estados Unidos, vai descendo e chega no Brasil.

Ao contrário dos outros países, o governo brasileiro toma uma atitude negacionista. “É só uma gripezinha”, diz o presidente. E um pânico calmo começa a tomar conta do país. (…).


Esse trecho faz parte da crônica em forma de depoimento da jornalista Bebeti do Amaral Gurgel para o projeto Pensando o Amanhã, do Goethe-Institut, que envolve vários intelectuais ao redor do mundo. Seu texto, em português, pode ser lido na íntegra, aqui.

Bebeti, em isolamento social há mais de cem dias, participa do projeto, assim como outros intelectuais, entre eles músicos, filósofos, historiadores, poetas, que tentam, a partir da vivência de cada um, falar sobre o impacto de um vírus na sociedade contemporânea, que precisa reaprender a viver diante da maior crise sanitária já vivida pelo planeta Terra. Os trabalhos dos pensadores, em alemão, podem ser acessados no endereço: https://www.goethe.de/en/kul/ges/eu2/pco.html.

Ação Dó Maior

O “Jazo” e seus instrumentos. Crédito da foto: acervo do artista

Todo dia, desde 21 de março, pontualmente às 17h, o professor aposentado da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Jazomar Vieira da Rocha empresta seu talento, e tempo, para fazer lives e entreter quem gosta de Música Popular Brasileira pelo seu perfil do Facebook.

Como se isso em si já não bastasse, Jazo, como era chamado pelos seus alunos, ainda utiliza os dotes musicais para colaborar com um dos setores mais afetados pela crise: o artístico. O objetivo é arrecadar salários para os amigos músicos que perderam renda. Com mais de 25 mil visualizações já arrecadou em torno de R$ 15 mil, que são depositados nas contas dos beneficiários. No entanto, considera que a quantia não é suficiente. “Ainda estamos longe de atingir a meta, pois são dez músicos que abraçamos com essa ação e queremos conseguir, ao menos, um salário mínimo e meio para cada músico por mês”, relata o músico, que já tocou com o famoso compositor paranaense Lápis.

Se você quer aderir à causa ou curtir o happy hour diário com Jazomar Vieira da Rocha, anote na agenda: as lives musicais Ação Dó Maior ocorrem diariamente no perfil do músico no Facebook às 17h. Para saber mais sobre a ação, entre no site www.curitibadegraca.com.br.

Incato artístico

Primeira sede do Centro Cultural Instituto Incanto será reformada para aumentar a capacidade de atendimento. Crédito da foto: divulgação

A ONG Instituto Incanto precisa reformar o seu centro cultural, no bairro Santa Quitéria, um espaço destinado à educação artística para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade em Curitiba e região. O Instituto Incanto atua desde 2017 com voluntários artistas para aplicar aulas regulares de arte, cultura e tecnologia. Está presente em 11 comunidades na grande Curitiba e atende 17 casas lares em projetos que impactam diretamente a vida de cerca de 500 jovens. Para ajudar, acesse: institutoincanto.org.br.

Música de Câmara

O vídeo do primeiro concerto teve o clarinetista Jairo Wilkens e a pianista convidada Clenice Ortigara. Crédito da imagem: reprodução do YouTube

A Orquestra Sinfônica do Paraná está apresentando a sua primeira série de concertos digitais: é a Série Música de Câmara 2020. Os concertos são gravados nas casas dos músicos e disponibilizados ao público a cada 15 dias. O primeiro vídeo pode ser acessado nas redes sociais da Orquestra Sinfônica do Paraná e do Teatro Guaíra. Nele, o clarinetista Jairo Wilkens e a pianista convidada Clenice Ortigara interpretam composições do inglês Malcolm Arnold, sob a curadoria do maestro-titular Stefan Geiger.

Para quem gosta de música erudita, a dica é acompanhar aos 2:36 a melodia Andantino. Confira.

1.ª Feira Virtual de Editoras Universitárias

Reprodução site

Até o dia 8 de julho, acontece a 1.ª Feira Virtual das Editoras Universitárias para estimular a comercialização de livros durante a pandemia de coronavírus e levar outras experiências de feiras literárias para a casa do leitor. O evento virtual é promovido pela Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU) e pode ser acessado pelo: www.feiraabeu.com.br. Além de descontos de até 50% nos livros, a feira ainda tem uma agenda cultural, com rodas de conversas, webconferências e entrevistas com autores.

#Guaíraemcasa

Espetáculos de dança estão entre as atrações. Crédito da foto: Maringas Maciel

Cultura virtual paranaense para curtir na sua casa. Esse é objetivo do novo projeto do Centro Cultural Teatro Guaíra, o #Guaíraemcasa, que disponibiliza diversos vídeos de espetáculos de balé e orquestra, criações originais para as redes sociais e oficinas do Balé Teatro Guaíra, entre outros conteúdos de diferentes ações virtuais.

Uma das ações presentes no projeto, o #Guaíraflix, foi desenvolvido para compartilhar com o público espetáculos produzidos pelos corpos artísticos da instituição. Foram disponibilizadas até o momento 15 gravações de espetáculos como balés, óperas e concertos, atingindo um total de 7,3 mil visualizações, sendo 1 mil somente para o balé O Lago dos Cisnes. Para assistir, basta acessar o YouTube do Teatro Guaíra.

Já a equipe do Teatro de Comédia do Paraná (TCP) se inspirou na peça TodoMundo! e, semanalmente, traz de maneira contemporânea e bem-humorada reflexões sobre Deus, Morte, Família, Amizade, Coisas e Amor. Os vídeos também são disponibilizados pelas mídias sociais do Teatro Guaíra.

Um texto com imagens

Os detalhes dos lambrequins das casas com influência europeia. Crédito das fotos: Ricardo Medeiros
Um dia de sol no calçadão da Rua XV.

O fotógrafo desta semana da coluna “Curitiba na Lente”, do Curitiba de Graça, é o editor do Plural Ricardo Medeiros. Diferente de muitos jornalistas que descobrem o poder da imagem e desistem das letras, equilibrista, o nosso artista deste início de mês juntou a palavra e a fotografia. Diariamente, alia o trabalho de fotógrafo ao de jornalista.

Para o ensaio ao Curitiba de Graça, Medeiros apresenta fotos coloridas e também em preto e branco. Com técnica apurada e olhar treinado e sensível, dá um novo tratamento àquela paisagem cotidiana, àquela fachada que você já viu com o detalhe que seu olhar não percebeu.

Confira uma foto em preto e branco e uma colorida.

Para conferir o ensaio completo entre em www.curitibadegraca.com.br, colunistas, “Curitiba na Lente”.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias