Vereadores da base de Greca batem boca com sindicalistas | Jornal Plural
Clube Kotter
15 abr 2019 - 14h46

Vereadores da base de Greca batem boca com sindicalistas

Segundo líder do prefeito, se professores não estivessem protestando e pedindo licenças, não precisaria haver PSS

Pier Petruzziello. Foto: Rodrigo Fonseca/CMC.

O líder do prefeito Rafael Greca (DEM), vereador Pier Petruzziello (PTB), bateu boca com professores que foram à Câmara nesta segunda-feira se manifestar contra a contração de servidores temporários pela prefeitura.

O projeto foi aprovado em segunda votação pelos vereadores e agora segue para sanção de Greca. Para os sindicatos, é um erro que desvaloriza o funcionalismo – o certo seria fazer concursos públicos que garantem estabilidade ao servidor.

Pouco antes da votação, ao encaminhar o voto, Pier não gostou dos protestos dos manifestantes e desandou a falar que o protesto era apenas de uma “meia dúzia” que “não avança” e que, segundo ele, sequer trabalha.

“Aliás vocês deviam estar em sala de aula, nem sei o que estão fazendo aqui. Porque se estivessem em sala de aula, se estivessem pedindo menos licença hoje não precisaríamos votar o PSS”, disse.

Logo em seguida, começou da tribuna a bater boca com um professor. “O senhor precisa mostrar a que hora está em sala de aula, porque eu nunca vi. Aliás, vai dar aula que é sua função”, disse, quase gritando.

O discurso foi adotado depois por Jairo Marcelino (PSD), que nem ia falar mas precisou usar o microfone parta Professor Euler (PSD), vice-líder da bancada e que era contra a aprovação da proposta.

“Com todo o respeito ao Sismmac e ao Sismuc”, disse o vereador, “se vocês estivessem trabalhando a essa hora não ia precisar de PSS”, afirmou o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias