Vereador Alex Rato diz que Ratinho será presidente | Plural
27 mar 2019 - 6h49

Vereador Alex Rato diz que Ratinho será presidente

Alex Rato (PSD) é o novo vereador de Curitiba, e assume no lugar de Felipe Braga Côrtes

A nomeação de Felipe Braga Côrtes (PSD) para um cargo de segundo escalão no governo de Ratinho Jr. (PSD) abriu as portas para o suplente Alex Rato, do mesmo partido. Ele assumiu nesta segunda (25) como vereador de Curitiba. O parlamentar é natural de Almirante Tamandaré e obteve 4.274 votos nas eleições municipais de 2016. Será a sua primeira passagem pela Câmara de Curitiba.

Formado em Administração, Rato foi funcionário da Fecomércio por 13 anos e trabalhou ao lado do vice-governador Darci Piana (PSD). Foi candidato a vereador pela primeira vez em 2012 e a deputado estadual em 2014, mas sempre acabou na suplência. Em entrevista ao Plural, o novo vereador conta sua história, fala sobre o primeiro mandato e faz elogios ao governador. Diz que Ratinho é jovem, ousado e será presidente.

Qual é a sua história?
Nasci em Almirante Tamandaré e sou formado em Administração. Porém, sou da região de Fernando de Noronha, no bairro Boa Vista, em Curitiba. Inclusive, é de lá que vem boa parte do meu eleitorado. Sempre fiz trabalhos sociais na região. Procuro ajudar sempre quem precisa e isso me deu margem e conhecimento político para chegar aonde cheguei. Vim de baixo. Para chegar aonde chegamos, conquistamos amizades e conversamos com pessoas que acreditaram no nosso projeto e sempre nos ajudaram.

O que pretende defender na Câmara? Quais são suas principais bandeiras?
Como trabalhei 10 anos com uma relação próxima da comunidade, simplesmente vou brigar e defender a população no geral. Em tudo o que for bom para a população, eu sempre vou brigar pela causa.

Qual a origem do apelido Rato? Há alguma relação com o governador Ratinho?
Quando eu era criança, era muito magro e meu pai me falou que eu parecia um rato. Eu jogava futebol com meus amigos do bairro e eles tiravam sarro de mim. Uma coisa boba, mas o apelido acabou ficando com o tempo.

Qual a sua relação com o governador Ratinho Júnior?
Eu admiro muito o Ratinho, uma excelente pessoa, preparada e vai ser o futuro presidente da República, na minha opinião. Quem conhece sabe que ele é preparado. Eu sigo ele desde a época do PSC, em razão da pessoa que ele é e por suas qualidades. Trabalhei com o Darci por 10, 15 anos na Fecomércio e a combinação dos dois funciona muito bem. Ela juntou juventude, seriedade e maturidade.

Quando conheceu o governador?
Conheci o Ratinho em 2010. Quando ia ser candidato, fui selecionando partidos enquanto trabalhava na Fecomércio. Fui atrás do Ratinho e me coloquei à disposição do PSC para ser candidato. Ratinho foi um grande nome que ainda estava surgindo no estado e já era deputado federal. Ele construiu um nome político sólido e se desvinculou da imagem do pai. O Ratinho Júnior é jovem, ousado e trabalhador.

Qual a sua relação com o prefeito Rafael Greca?
Conheci o Rafael quando eu era muito novo, estudava na Escola Municipal Professor Ricardo Krieger, ali no Boa Vista. Eu não conhecia ele, mas ficava impressionado. Ainda não tenho proximidade com o prefeito.

O senhor atuou como assessor do Darci Piana na Fecomércio, o senhor continua trabalhando lá? Vai acumular funções?
Não, trabalhei na Fecomércio desde 2002 e deixei a Federação em 2015. Porém, eu já estava com projetos políticos desde 2012 quando eu tive vontade de sair candidato. Quando deixei a Fecomércio, me separei do presidente Darci, mas continuamos amigos. Minha ideia é trabalhar sério como vereador e concorrer para uma reeleição em 2020.

Colaborou Rodrigo Silva.

Últimas Notícias