Venda da sede do MDB não quita dívidas | Jornal Plural
Clube Kotter
6 jun 2019 - 11h05

Venda da sede do MDB não quita dívidas

Partido deve R$ 4 milhões e só deve conseguir metade disso com venda de imóvel

A sede paranaense do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) foi colocada à venda por R$ 2,2 milhões de reais. A medida pretende amenizar os débitos do partido, que segundo João Arruda, presidente do partido no Paraná, podem chegar a R$ 4 milhões.

O montante engloba dívidas de campanha eleitoral, mas a maior parte consiste em multas por impostos atrasados, ações de indenizações de empresas privadas e de veículos de comunicação.

Arruda diz que tentou arrecadar dinheiro com os filiados, o prefeito e os vereadores, sem sucesso. “Todo mundo quer ser ajudado na campanha eleitoral, mas quando ganha a eleição esquece, não quer contribuir.”

A diminuição no repasse mensal do fundo partidário também pesou na decisão de vender a casa de 350 metros quadrados, localizada no Batel. O MDB recebe hoje R$ 88 mil por mês, menos da metade do que recebia em 2018.

Só com a folha de funcionários, são gastos R$ 60 mil. “Não cabe mais uma sede daquele tamanho num partido político. É preciso investir em comunicação, reuniões, cursos e capacitações. As coisas mudaram. Dá pra trabalhar em um coworking e usar a comunicação para integrar os filiados,” diz Arruda.

Colaborou Rafaela Moura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias