Tucano Edson do Parolin volta à Câmara ainda fiel a Fernanda Richa | Jornal Plural
Clube Kotter
27 fev 2019 - 0h00

Tucano Edson do Parolin volta à Câmara ainda fiel a Fernanda Richa

Suplente assumiu porque Thiago Ferro foi escolhido por Greca para presidir a FAS

A ida de Thiago Ferro (PSDB) para o comando da FAS abriu as portas novamente para o também tucano Edson do Parolin, que assumiu como vereador de Curitiba nesta segunda-feira. Esse é a terceira passagem dele pela Câmara e em todas as vezes como suplente.

Líder comunitário, Edson é ligado a questões de habitação e diz que pretende ser o porta-voz dos mais pobres no legislativo. Em entrevista concedida ao Plural, o vereador falou sobre o seu novo mandato, a relação com o prefeito, atividades de seu partido e sobre as acusações de corrupção que pesam contra a sua “madrinha”, a ex-primeira-dama Fernanda Richa.

Essa é a sua terceira vez como suplente. O que muda nessa nova passagem?
Na verdade, a gente volta com um tempo maior para apresentar projetos relevantes. Nos últimos mandatos só consegui apresentar requerimentos, dessa vez acredito que conseguiremos apresentar propostas e fazer mudanças, principalmente na área da habitação.

Qual a sua relação com o prefeito Rafael Greca?
Muito boa, apoiei ele na campanha e vamos continuar lutando junto com a Prefeitura em tudo o que for bom para Curitiba.

O senhor coloca a habitação como principal bandeira, o que pretende fazer na área? Como avalia o trabalho da prefeitura até o momento?
Na gestão anterior haviam muitos projetos de habitação como o Minha Casa, Minha vida, que foram esquecidos pela atual gestão. Na minha comunidade, por exemplo, um déficit de 300 moradias. Em outras regiões esse número deve ser ainda maior.

Pretendemos fazer uma parceria com o estado e eu também sugeri uma agenda com o presidente da Cohab. Pretendemos fazer uma parceria para fortalecer tudo isso, a situação é alarmante. Em meu mandato pretendo ser um porta-voz para as famílias que estão esperando pra ter onde morar e o grito delas não chega até a prefeitura.

Em sua posse, o senhor fez questão de agradecer a membros do seu partido e inclusive a ex-primeira dama Fernanda Richa. O PSDB tem passado por maus bocados, como o senhor tem visto a situação do partido?
O partido já está se reestruturando e acredito que voltar muito forte. Vamos ser um partido forte e com o nosso próprio idealismo. Quanto à Fernanda, independente de qualquer coisa, acusação, disputa política, partido, nós seremos sempre amigos.

https://www.plural.jor.br/minha-fe-nao-ira-atrapalhar-diz-pastor-que-assume-presidencia-da-fas/


Últimas Notícias