Secretária estaria sendo ameaçada por fechar bares e academias, diz deputado | Jornal Plural
Clube Kotter
17 jun 2020 - 15h23

Secretária estaria sendo ameaçada por fechar bares e academias, diz deputado

Márcia Huçulak determinou novas restrições à atividade econômica no sábado

O deputado Michele Caputo (PSDB) afirmou na sessão da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (17) que a secretária de Saúde de Curitiba, Marcia Huçulak, estaria recebendo ameaças em função dos posicionamentos que tomou durante a pandemia da Covid, principalmente pelo fechamento de estabelecimentos comerciais.

A secretária, pelo menos até o momento, não falou em público sobre ameaças de nenhum tipo. Responsável pela política de Curitiba para enfrentamento do coronavírus, ela anunciou no sábado passado que estariam fechados academias, igrejas, bares e, apenas aos fins de semana, os shoppings. Isso porque a situação da epidemia se agravou, com uma curva crescente de casos e mortes.

Na semana passada, assim que decretou a bandeira laranja, que implica maiores restrições, Márcia e a prefeitura foram alvos de críticas pesadas de donos de bares e academias. O setor de academias fez um protesto em frente à casa do prefeito, enquanto um dos representantes dos bares disse que estava declarando guerra à prefeitura.

Michele Caputo, eleito para seu primeiro mandato, já foi secretário municipal de Saúde de Curitiba e secretário de Saúde do Paraná.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Últimas Notícias