Requião não será candidato, e MDB se aproxima de Fruet | Jornal Plural
Clube Kotter
3 set 2020 - 11h46

Requião não será candidato, e MDB se aproxima de Fruet

Ex-governador chegou a cogitar sair para prefeito, mas projeto já não existe

O ex-governador Roberto Requião (MDB) sepultou de vez a história de que poderia ser candidato a prefeito. Desde o começo, parecia pouco provável que aos 79 anos, depois de três mandatos no Palácio Iguaçu, Requião tivesse interesse em disputar uma eleição municipal.

Segundo pessoas próximas, Requião nem chegou a querer a candidatura. Apenas disse que tinha sido procurado e que, dependendo das circunstâncias, poderia aceitar a pressão para sair candidato. Não foi o caso e ele continuará por enquanto apenas fazendo política via redes sociais.

Com isso, o MDB volta a ficar livre. A pré-candidatura de João Arruda não tendo andado muito, o partido pode ter uma coligação para prefeito. E a possibilidade maior seria apoiar Gustavo Fruet, do PDT. Mas ainda não há nada fechado.

O grupo de Requião não parece lá muito disposto a ir com Fruet, que já esteve no partido no começo da carreira (Requião e Maurício Fruet, pai do atual deputado, eram companheiros de militância nos anos 80 e 90). Mas hoje parece que a decisão pode não depender tanto da família.

Assim como todas as outras decisões, essa precisa ser tomada nas próximas duas semanas.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias