Principal assessor político de Greca sai do cargo, indicando racha na gestão | Jornal Plural
6 maio 2020 - 21h14

Principal assessor político de Greca sai do cargo, indicando racha na gestão

Não se sabe se Marcelo Cattani volta para a reeleição do prefeito

Principal assessor político do prefeito Rafael Greca (DEM), Marcelo Cattani deixou o cargo na gestão nesta semana. Oficialmente, foi cuidar de campanhas no interior e volta para fazer o marketing da reeleição de Greca. Nos bastidores, no entanto, o que se comenta é que a saída é resultado de uma briga entre alguns dos principais nomes em torno do prefeito.

Cattani foi um dos principais responsáveis pela eleição de Greca em 2016. No segundo turno, jogou duro contra Ney Leprevost (PSD) e garantiu a volta de Greca ao cargo depois de 25 anos. Com isso, a primeira-dama, Margarita Sansone, que nunca gostou de Cattani, teria sido forçada a conviver com ele, que chegou a acumular duas secretarias na primeira metade do mandato.

Em 2019, depois de fazer a campanha de Cida Borghetti (PP) para o governo, Cattani voltou como assessor político. No fundo, pensava desde sempre na reeleição. No entanto, além de Margarita, enfrentava também a oposição de Giovani Gionédis, um dos maiores amigos de Greca e eminência parda no governo (responsável por indicar três secretários e presença constante nas reuniões da prefeitura, mesmo sem ter cargo).

Com a aproximação da campanha, chegou o momento de decidir a estratégia. E aparentemente o prefeito preferiu deixar Cattani sair, dando mais força a Margarita e a Gionédis. Não se sabe se, com isso, Cattani volta para a eleição, nem quem poderia fazer seu papel caso ele seja de fato excluído.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do Plural.

Últimas Notícias