PM nega excessos no Parolin | Jornal Plural
29 set 2019 - 22h50

PM nega excessos no Parolin

Manifestação foi reprimida com balas de borracha e spray de pimenta

A Polícia Militar emitiu uma nota neste domingo para negar que tenha cometido excessos no Parolin durante o fim de semana. No sábado, os policiais repreenderam duramente uma manifestação no bairro, com uso de munição não-letal e spray de pimenta.

A manifestação cobrava explicações da polícia por uma ação que resultou em quatro mortes na sexta-feira. Depois de perseguir uma Tucson roubada, policiais mataram os quatro ocupantes do veículo. Eles dizem ter agido em legítima defesa, mas a população afirma ter vídeo mostrando que os quatro mortos haviam se entregado e estavam de joelhos quando foram mortos.

Segundo a PM, a ideia era apenas evitar que a manifestação acabasse em confronto. O uso de armas não-letais teria sido iniciado só depois de os manifestantes atirarem pedras e objetos contra os policiais. As fotos feitas pelos moradores mostram pessoas feridas e com marcas de balas de borracha. A população acusa a PM de covardia.

Últimas Notícias