O elevador custa R$ 1,7 milhão, mas o vaso continua assim... | Jornal Plural
Clube Kotter
30 jan 2020 - 20h10

O elevador custa R$ 1,7 milhão, mas o vaso continua assim…

Funcionários reclamam do uso da verba destinada a obras na Alep

O anúncio de que um elevador custará R$ 1,7 milhão na Assembleia Legislativa do Paraná deixou funcionários revoltados. Segundo eles, o dinheiro destinado a obras seria mais bem empregado em coisas como o conserto das tampas dos vasos sanitários e outros reparos nos banheiros que recebem autoridades e visitantes na Assembleia.

A questão, no entanto, passou longe das prioridades dos deputados. Além da construção do quarto elevador do prédio dos gabinetes, eles falam em melhorar o ar-condicionado, o sistema de som do plenário e até em construir um novo auditório.

Se é preciso cuidar do patrimônio público, como disse ao Plural o primeiro-secretário da Assembleia, Luiz Cláudio Romanelli (PSB), a manutenção dos espaços de higiene de um prédio “que atende toda a população” não deveria ser prioridade?

Colaborou Rafaela Moura.

Últimas Notícias